Resultado do julgamento do STJD “devolve” torcedor do Grêmio à Arena; time fica sem lateral-direito para quinta

Tribunal divulgou nesta segunda-feira o resultado do julgamento pelas invasões diante do Palmeiras

O STJD julgou o Grêmio nesta segunda-feira os incidentes promovidos por vândalos que invadiram o campo e derrubaram a cabine do VAR depois da derrota para o Palmeiras, na Arena, liberando parcialmente o retorno do público ao estádio. Já para quinta-feira, 20h, diante do São Paulo, o tricolor terá a sua torcida, mas a Arquibancada Norte – setor da torcida Geral – seguirá fechada pelos próximos sete jogos, uma vez que, da punição de 10 partidas, três foram cumpridas.

A punição ainda envolve multa financeira de 100 mil reais ao Grêmio, que, em sua defesa, argumentou que os 24 invasores contra o Palmeiras foram identificados. Um vídeo preparado pelo clube mostrou todos os dados como nome e endereço das pessoas envolvidas no lamentável episódio.

“O Grêmio é com certeza quem mais lamenta esse ocorrido e gostaria de deixar uma palavra final que esses atos não representam a torcida verdadeira do Grêmio. É ordeira, pacífica e só quer estar ao lado do seu clube torcendo”, argumentou Jorge Petersen, um dos advogados do Grêmio.

Rafinha suspenso

O julgamento também decidiu pela aplicação de um jogo de suspensão ao lateral Rafinha, que, mesmo estando de fora contra o Palmeiras, xingou o trio de arbitragem da ocasião e foi parar na súmula. Ele pegou um jogo e vai desfalcar o time contra o São Paulo.

Desta maneira, o técnico Vagner Mancini ganha um enorme problema já que o habitual titular, Vanderson, está suspenso pelo terceiro amarelo. Victor Ferraz já foi embora do clube, e Léo Gomes foi afastado nesta segunda. Uma possível opção seria a improvisação de Sarará pela lateral.

Gostou do site? Então deixe sua curtida:

Notícias do Grêmio em primeira mão:

Veja também:

1 De 6
Comentários
Loading...