fbpx

Pode sair mais gente? Bolzan fala de Rodrigues e Ferreira, espera por Maicon e avalia nome de Gastón Ramírez

Confira mais falas do presidente do Grêmio em uma longa entrevista dada à Rádio Gaúcha

Ao confirmar que as vendas de Matheus Henrique e Ruan ao Sassuolo estão bem encaminhadas, com apenas o volante indo de forma imediata e o zagueiro em 2022, o presidente gremista Romildo Bolzan Jr concedeu entrevista à Rádio Gaúcha descartando novas saídas, mesmo que o também zagueiro Rodrigues seja alvo do Midtjylland, da Dinamarca e que Ferreira esteja no desejo do Al-Ain, dos Emirados Árabes Unidos.

Na mesma entrevista, o mandatário gremista falou sobre outros temas como o aguardado retorno de Maicon, o momento difícil do clube e também de Gastón Ramírez, meia uruguaio que foi tentado em 2020 e que, agora, está livre no mercado após sair da Sampdoria, da Itália.

Rodrigues e Ferreira:

“A mim não chegou nada sobre esses dois jogadores. Não trabalhamos com outras saídas no elenco. Se eventualmente chegar algum clube e depositar a multa, é uma outra situação. Mas contamos com eles para fazer a temporada, para enfrentar a temporada. Pode até existir, mas a mim não chegou nada em relação a valores. Posso dizer que nem Rodrigues nem Ferreira estão disponíveis para saídas neste momento”

Maicon:

“O Maicon está se recuperando. Conversamos frequentemente e o que eu mais quero é que ele rapidamente possa se recuperar. É um jogador extremamente importante em todos os sentidos. Vejo ele como fundamental em todo esse processo que o Grêmio tem pela frente”

Gastón Ramírez:

“O Grêmio falou com ele, sim. Mas com o Gastón não avançou. É um jogador que não joga há três meses. A avaliação da comissão é querer um jogador que chegue com condição de jogo. É o que precisamos. Basicamente dizemos que este jogador foi descartado”

Momento vivido pelo Grêmio:

“Esse é um momento que o Grêmio passa por dificuldades. Então é absorver, é aguentar no osso, é trabalhar, resolver, fazer andar. Assim que funcionam as coisas. Há dois meses atrás estávamos em uma posição bem tranquila, hoje estamos numa posição de dificuldade. Vamos sair, mas é um processo que precisa racionalização e pé no chão que é o que estamos fazendo no futebol nesse momento”

Presença do presidente no vestiário do clube:

“Estou presente no futebol de maneira diária. Hoje passei a tarde inteira lá. Só que tem uma situação que às vezes é se expor de uma maneira que, quando estamos em baixa, não adianta falar, falar, falar. Precisamos trabalhar e dar resultado. Compreendo as cobranças, mas todos devem ser respeitados. Nós que estamos na ponta eu estou presente no futebol todos os dias. Quem conhece minha rotina? Essa questão só pode ser respondida por quem está no meio”

Possível candidatura ao Governo do RS em 2022:

“Nunca neguei que tenho vínculos político-partidários, mas a única coisa que me move hoje e moverá até o fim é o sentimento pelo Grêmio. Colocar o Grêmio no topo, como clube vencedor e bem administrado”

Gostou do site? Então deixe sua curtida:

Publicidade

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas