fbpx

Herrmann fala pela primeira vez após deixar o Inter e revela como era a relação com o grupo de jogadores

O agora ex-vice de futebol colorado vinha pressionado por conta de resultados recentes

O que já vinha se desenhando após os últimos tropeços do Inter na temporada ganhou confirmação oficial na noite desta segunda-feira, quando o próprio clube oficializou a saída do vice-presidente de futebol João Patrício Herrmann do cargo. Ao site GZH, ele repercutiu a saída e confirmou que partiu dele o pedido de desligamento.

LEIA MAIS – Inter perde dois jogadores, mas poderá ter até quatro reforços para a “final” diante do Flamengo

E negou, por exemplo, ter tido algum tipo de problema com o grupo de jogadores. Segundo Herrmann, o relacionamento com o plantel era bom:

“Houve um desgaste. Refleti no final de semana e achei melhor assim. Comuniquei ao presidente que não poderia mais prosseguir. Não tive problema com jogadores”, declarou.

Nos últimos dias, alguns protestos de torcedores dentro e fora do Beira-Rio com faixas colocavam Herrmann também como um dos alvos. Ao Globoesporte.com na última semana, ele revelou ter sido alvo de ameaças nas redes sociais depois da queda do clube para o Olimpia nas oitavas da Libertadores. Tudo isso ampliou o cenário desgastante para a sua continuidade.

Confira a nota oficial do Inter confirmando a saída de Herrmann:

“O Sport Club Internacional comunica que o Vice-Presidente de Futebol, João Patrício Herrmann, pediu o desligamento do cargo ao Conselho de Gestão do Clube. A direção agradece por todo o trabalho realizado no período, com coloradismo e dedicação no desempenho das funções.

O presidente Alessandro Barcellos, durante a vacância da pasta, acompanhará o dia a dia do futebol junto aos profissionais do departamento.”

Gostou do site? Então deixe sua curtida:

Publicidade

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas