fbpx

Medina defende Wesley Moraes, promete Inter mais forte e analisa derrota no Mineirão: “Não vi muita diferença futebolística”

Confira os principais detalhes da coletiva de imprensa do treinador uruguaio colorado

Considerando o 2×0 do Atlético-MG “injusto” na estreia no Brasileirão neste domingo no Mineirão, o técnico colorado Alexander Cacique Medina concedeu coletiva de imprensa prometendo que o Inter será uma equipe mais forte quando tiver todo grupo – os que estão lesionados e os que estão chegando ao clube. Ainda sobre o jogo, o uruguaio disse não ter visto “muita diferença futebolística” entre o seu time e o Galo:

Resultado no Mineirão

“Foram dois tempos completamente diferentes. No primeiro, o Atlético-MG dominou, no segundo houve outro desenrolar. Creio que pelo que vimos hoje o mais justo seria o empate”

Os gols tomados

“Não estou conforme com os gols que concedemos. Principalmente o primeiro, que era evitável. Todos os gols são evitáveis, mas naquele estávamos com todos os jogadores dentro da área. No segundo gol, uma transação, onde estávamos muito expostos porque fomos para empatar”

Projeção da campanha no Brasileirão

“Temos que construir a equipe e isso tenho falado com os jogadores. Tivemos problemas de lesão nos últimos tempos com atletas importantes. Quando tivermos todo mundo, seremos uma equipe dura. Hoje mostramos que viemos competir. Estivemos perto de empatar o jogo. Não ficamos só acuados atrás. Havia o desgaste da viagem, e um rival de hierarquia pela frente. A nossa equipe vai crescer”

Wesley Moraes

“Os jogadores vêm melhorando. Wesley vinha de um tempo de inatividade e está conseguindo somar minutos. Teve uma partida muito boa anterior, saiu por problemas físicos”

Atlético-MG e Inter parecidos

“Obviamente que não gostamos do empate de quarta e da derrota de hoje. Mas estamos resgatando coisas positivas. Hoje o resultado não foi o que vimos em campo. Necessitamos fortalecer a equipe com os jogadores que chegaram e os outros que estão lesionados. Perdemos contra o melhor time do Brasil no ano anterior e não teve muita diferença futebolística. Vou satisfeito com o que vi no segundo tempo”

Gostou do site? Então deixe sua curtida:

Publicidade

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas