fbpx

Kleber Gladiador confirma que saiu do Grêmio por causa de Felipão e critica direção da época: “Fez uma das piores coisas”

Atacante passou pelo tricolor gaúcho sem o esperado destaque entre os anos de 2012 e 2014

Contratado com muita expectativa entre torcida, direção e imprensa gaúcha para a temporada de 2012, Kleber Gladiador não conseguiu ser, no Grêmio, o mesmo jogador decisivo que foi tanto no Palmeiras como no Cruzeiro. Para completar, ainda teve abreviada a sua passagem pela Arena no ano de 2014 assim que o clube trocou Enderson Moreira por Felipão.

Kleber, em entrevista recente ao Arena SBT, do SBT, confirmou que Felipão, por um problema antigo entre ambos no Palmeiras, deixou claro que não iria contar com ele assim que chegou ao Grêmio. Por isso, no meio de 2014, o então atacante foi para o Vasco.

“Não tem nada engasgado, pelo contrário. Eu respeito. No Palmeiras, foi uma opinião. Eu achava errado e era contra ele falar mal dos jogadores publicamente. O treinador é uma liderança do clube. Entendia ser errado cobrar publicamente. A gente lava roupa suja dentro de casa”, disse Kleber, antes de ampliar:

“Fui para o Grêmio e ele optou por não contar comigo pelo problema que teve no Palmeiras. Eu acho que foi uma das piores coisas que o Grêmio fez porque um treinador é funcionário do clube assim como o jogador. Na minha opinião, a diretoria gremista agiu muito errado e acabou tendo que pagar uma multa. Depois, rescindimos. O prejuízo quem tomou foi o Grêmio”.

Na época, o Grêmio era dirigido pelo lendário e já falecido Fábio Koff. Entre os valores gastos com a contratação, salários e a ação trabalhista, já que Kleber entrou com vias judiciais, o Grêmio estima que tenha gasto um total de cerca de R$ 50 milhões.

Veja mais notícias do Grêmio:

Gostou do site? Então deixe sua curtida:

Publicidade

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas