“Na época que o Grêmio caiu…”: Renato minimiza estatística atual que chega a ser pior que em 2021

Campanha da temporada de 2021 entrou na última coletiva de Renato Portaluppi

Publicidade

Apesar de seguir disputando a parte de cima da tabela, ainda sonhando com o título do Brasileirão, o Grêmio possui uma das defesas mais vazadas do campeonato de 2023 até o momento. Ao levar 3×0 fora de casa do Atlético-MG neste domingo, o clube chegou a 53 gols sofridos em toda a campanha, faltando três jogos para o fim.

O número surpreende se comparado ao de 2021, ano em que o Grêmio foi rebaixado e levou 51 gols no total, menos do que a estatística de agora. Este tema foi tratado pelo técnico Renato Portaluppi em sua última coletiva:

“O Grêmio tem um dos melhores ataques neste ano. Em 2021 caiu e teve a defesa mais vazada, mas um dos piores ataques talvez. Bem diferente deste ano aqui. Seguimos na parte de cima na tabela. Sofremos gols porque eu treino o time para jogar para frente. Não adianta falarmos somente de uma parte, de que sofremos muitos gols. Hoje não funcionou. Prefiro ter a pior defesa junto com o melhor ataque. Não adianta levar só 15, 20 gols, mas fazer pouco”, declarou.

No oposto, o Grêmio tem o segundo melhor ataque do Brasileirão com 57 gols, ficando atrás apenas do líder Palmeiras, com 58. Porém, o time de Renato não balança as redes há dois jogos – Corinthians e Atlético-MG.

Grêmio com dois jogos em casa

Nesta semana, o Grêmio faz os seus dois últimos jogos em casa na temporada de 2023. Sendo o 5° colocado com 59 pontos, o tricolor recebe o Goiás na quinta-feira às 19h e depois, domingo, recebe o Vasco às 18h30.

Entre no canal do WhatsApp do Zona Mista e receba notícias do Grêmio em tempo real. (Clique Aqui)