Jornalista critica “silêncio” de Robert Renan após erro em pênalti: “Esperando até agora”

Zagueiro não se manifestou desde o erro de cavadinha contra o Juventude

Ao tentar dar uma cavadinha em cobrança de pênalti, o zagueiro Robert Renan não superou o goleiro Gabriel e deixou o caminho livre para o Inter ser eliminado pelo Juventude na semi do Gauchão, segunda-feira, no Beira-Rio. Ele deixou o campo chorando bastante e evitou dar entrevistas pós-jogo. E, até agora, nem mesmo em redes sociais se manifestou.

Esta situação gerou crítica do jornalista colorado Raphael Gomes durante o programa Bola Nas Costas, da Rádio Atlântida. O comunicador fez um paralelo com o lateral-esquerdo do Grêmio, Mayk, que foi expulso na vitória sobre o Caxias e usou a web para se desculpar.

Veja também:
1 De 6.117

“O Mayk foi expulso no jogo do Grêmio. E aí, o que ele fez? Mesmo que tenha sido pela assessoria de imprensa. Botou uma nota nas redes sociais pedindo desculpas, que podia ter deixado o time na mão. O Robert Renan fez uma c… há três dias e nós estamos esperando até agora ele falar alguma coisa”, afirmou o jornalista.

Com 20 anos de idade, Robert Renan estava no Zenit até chegar ao Inter emprestado até dezembro deste ano. O colorado tem cláusula de vitrine e pode lucrar se o jogador for vendido para algum outro clube no meio da temporada.

A “lição” de Robert Renan

Se Robert Renan não falou, o capitão Alan Patrick encarou os jornalistas depois do jogo e falou da “lição” que o jovem zagueiro levará para o restante de sua carreira profissional:

“Quando se joga em alto nível, em uma equipe gigante como o Internacional, temos que ter essa noção de que tudo que você fizer tem uma repercussão muito grande. Hoje (segunda-feira, 25), o Mauricio acabou tendo uma reação, mas tanto ele como o Robert são jovens. Não dá para a gente depositar tudo na conta deles. Todos nós temos responsabilidades e cabe esta reflexão. O Robert é jovem e, com certeza, vai ser uma lição para a vida dele. Temos que dar força. Não cabe a nós julgar e condená-lo. Ele mesmo vai sentir e fazer a análise do momento”, comentou Alan Patrick, em declaração recuperada por GZH.

Fora da final do Gauchão, que será entre Grêmio e Juventude, o Inter só volta a jogar na terça-feira, dia 2, fora, às 19h, contra o Belgrano, da Argentina, pela abertura da fase de grupos da Copa Sul-Americana.

LEIA MAIS NOTÍCIAS:

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas