Abel Braga mantém frustração por perda do Brasileirão de 2020 com o Inter: “Nos tiraram, como em 2005”

Treinador da época, Abelão reclama até hoje de decisões tomadas pela arbitragem

Publicidade

Em entrevista concedida ao jornalista Jeremias Wernek, do SBT-RS, o ex-técnico Abel Braga reforçou uma grande frustração que tem na carreira: a perda do título do Brasileirão de 2020 com o Inter. Segundo ele, aquele campeonato foi “tirado” do colorado por decisões de arbitragem, como a atuação de Wilton Pereira Sampaio no empate sem gols com o Corinthians, na última rodada, no Beira-Rio, onde uma simples vitória bastava.

“Nós, em 2020, tivemos a maior sequência de vitórias do clube no Brasileirão. E nos tiraram o título, como tiraram em 2005. Essa é a verdade. Aquele pênalti no Tinga em 2005 e depois, em 2020, aquele pênalti anulado e depois aquele gol que apitaram falta. Falta como? O cara cruzou da linha lateral. O Cássio largou e o nosso jogador botou para dentro. O pênalti que ele voltou e foi olhar no VAR ele tinha dado um igual em Grêmio x Flamengo. O time sem ganhar o Brasileirão há 40 anos, pô, tu não pode imaginar o quanto eu queria ganhar isso”, disparou Abel, antes de acrescentar:

“Já pensou? Inter campeão brasileiro. Mas o Inter vai ganhar, vai ganhar alguma coisa esse ano. São os dois times que eu tenho identidade maior. O Fluminense, que ganhou a Libertadores e a Recopa. E agora é o Inter para ganhar alguma coisa”.

Abel crava Inter campeão gaúcho

Na mesma entrevista, Abel mostrou imensa confiança de que o Inter irá se sagrar campeão gaúcho em breve, saindo da fila que dura desde 2016.

“Tem alguma coisa grande acontecendo. Agora, neste momento, está com um time muito bom. Um coletivo forte. Um time que a espinha dorsal é praticamente a mesma. Está com o mesmo treinador, que é muito bom. Com certeza, vai ser campeão gaúcho. Não é nem a necessidade de ser campeão gaúcho. É não deixar o Grêmio ser hepta. Isso aí é um negócio muito sério (risos). Não tem como o Inter, com esse time e o que está jogando, perder o Gauchão”, cravou Abel.

Ajude o Rio Grande do Sul – Doe pelo PIX – CNPJ: 92.958.800/0001-38

Ajude o Rio Grande do Sul
Chave PIX - CNPJ: 92.958.800/0001-38 Instituição: Banrisul Nome: SOS Rio Grande do Sul