“Eu queria ser repórter para dar um soco na cara dele”, diz jornalista colorado sobre Renato

Kenny Braga, hoje na Rádio Gre-Nal, soltou o verbo para cima de Renato Portaluppi

Publicidade

Como de costume, a postura do técnico Renato Portaluppi com a imprensa gaúcha foi tema de comentários nos programas esportivos desta segunda-feira e o comentarista colorado Kenny Braga, que por muitos anos foi jornalista do Grupo RBS, soltou verbo. Hoje integrante do Dupla em Debate, da Rádio Gre-Nal, o comunicador disse que até daria um soco na cara do treinador gremista.

O contexto da fala veio em cima da decisão de Renato, ainda na semana passada, de fechar todos os treinamentos no CT Luiz Carvalho aos repórteres. Kenny disse ter “nojo” de Renato e afirmou que até queria “ser repórter nestas horas para dar um soco na cara dele”:

“No meu coração, não. Eu não sou gremista. E tenho nojo deste Renato aí. Eu queria ser repórter nestas horas para dar um soco na cara dele. Não vai me deixar entrar na Arena? Eu entro na Arena e arrebento a sua cara”, disparou o jornalista, que nas décadas passadas ficou mais conhecido por defender o lado do Inter no Sala de Redação, da Rádio Gaúcha.

Diego Costa, no Grêmio
Diego Costa fez um dos gols da vitória do Grêmio neste domingo – Foto: Roberto Vinicius/Zona Mista

O que disse Renato novamente sobre a imprensa?

Neste domingo, o técnico do Grêmio voltou a falar sobre a sua relação com os jornalistas gaúchos depois da vitória de 2×0 sobre o Brasil de Pelotas, na Arena, no jogo único das quartas de final do Gauchão. Renato negou estar “castigando” a imprensa e deu mais detalhes da postura que vem adotando com o aval da direção do clube:

“Eu não estou castigando ninguém da imprensa não em fechar os portões. Vocês têm a sala de vocês para tomar o cafezinho, a água. Podem ir lá todo dia. A Europa faz isso há muito tempo. Outros clubes daqui também. Aí eu peço para fechar e parece que eu estou revolucionando o futebol gaúcho. Mas não. Isso será rotina no futebol brasileiro. Podem esperar. Não é nada contra vocês, eu sempre tratei muito bem vocês. Nunca faltarei com respeito com vocês. Só que o CT é o meu quintal de trabalho. Ali a gente trabalha tudo que for necessário”, disparou Renato, antes de ampliar:

“Tem uns colorados doentinhos, que eu não tenho nada contra, que falam o que querem. E outros gremistas que aproveitam para ganhar cliques. O trabalho de vocês é elogiar e criticar. Sem problemas. Mas quando as críticas ultrapassam e quando começam a falar besteiras para fazer a cabeça da opinião pública, quando se acham donos do clube, não dá, que fiquem no lugar deles. Adoro ser criticado, desde que o cara me mostre que eu fiz algo errado. Mas se eu fiz algo certo e vem críticas, críticas, críticas… tem gente que se acha dono do pedaço. É uma minoria, três, quatro, que se acham donos. Os donos do clube são os torcedores”.

Desde a última segunda-feira, o Grêmio, com sua emissora oficial, a “Grêmio TV”, vem intensificando o trabalho de imagens dos treinos diretamente do gramado do CT e também promovendo entrevistas com o próprio Renato e também com alguns jogadores.

LEIA MAIS ALGUMAS NOTÍCIAS DO GRÊMIO: