Inter admite não ter “objetivo claro” e fala em fechar o Brasilerão da melhor maneira possível

São muito pequenas as chances do Inter ainda conseguir vaga na próxima Libertadores

O final de ano vai se aproximando em clima de total fim de festa ao Inter, que se viu fora da final da Libertadores ao cair para o Fluminense e não tem condições reais de se classificar à próxima edição do torneio. Restando sete rodadas do Brasileirão, o time é apenas o 13° colocado com 39 pontos, vindo de dois resultados ruins em casa contra os lanternas Coritiba e América-MG.

Nesta quarta-feira, o Inter ficou no 1×1 em casa contra o América-MG e o técnico Eduardo Coudet admitiu que não há mais um “objetivo claro” daqui até o final do ano:

Veja também:
1 De 6.127

“Vou preparar o time para o próximo jogo. É o grupo que temos. Vamos tentar tirar o melhor de cada um. É difícil quando você está nesta situação ir para o próximo jogo sem um objetivo claro pela frente. Desde que saímos da Libertadores, com um 1% de probabilidade era complicado. Temos que tentar fechar da melhor maneira o campeonato e ganhar jogos”, disse Coudet, antes de acrescentar sobre a partida:

“Quanto ao contexto do jogo, no primeiro tempo, tivemos muitas chances para matar. Quando tem a chance, tem que matar. Um gol de distância pode acontecer isso. Falei no intervalo com os jogadores que tem que matar. Tivemos chances no segundo tempo. Não matamos e perdemos dois pontos em casa”, acrescentou, em declaração recuperada pelo site Globoesporte.

Inter em Belo Horizonte

Com os retornos de Vitão, Johnny e Mauricio, que estavam suspensos, o Inter volta a jogar neste domingo, a partir das 16h, diante do Cruzeiro, fora de casa.

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas