fbpx

Incomodado com Ferreira, Felipão destaca gesto de Ruan e pede comprometimento de todos no Grêmio

Treinador falou da situação envolvendo a ida do zagueiro para o Sassuolo, da Itália

A coletiva de imprensa do técnico Luiz Felipe Scolari depois de Grêmio 1×0 Vitória nesta terça-feira, pela volta das oitavas de final da Copa do Brasil, ficou marcada pelo visível incômodo com a postura do atacante Ferreira. Para a surpresa de todos, inclusive da própria direção, Felipão revelou que o atacante vinha faltando aos últimos exercícios de recuperação da lesão no joelho no DM – o jogador está perto de ser comprado pelo Atlanta United, dos EUA.

Por outro lado, o treinador se mostrou muito satisfeito com a postura de Ruan, que, mesmo com venda encaminhada ao Sassuolo, da Itália, pediu para ficar até o fim do ano para ajudar o clube na fase difícil dentro do Brasileirão:

“Ele já tinha ganho oportunidades com outros treinadores também. É muito bom jogador. Mas é como eu disse: o Ruan tem um contrato que termina no fim do ano que vem e no meio do ano pode fazer pré-contrato com todo mundo. Sairia sem nada para o Grêmio. O clube se prepara de alguma forma para uma venda que não quer fazer, mas que infelizmente é assim o futebol”, comentou Felipão, antes de detalhar:

“O Ruan ficando, ótimo, maravilha, que bom que o sentimento dele é esse em nos ajudar até o fim do ano pelo menos. Pelo menos até o fim do ano tenho ele e estou satisfeito com isso”.

Em uma das respostas sobre o assunto envolvendo Ferreira, Felipão aproveitou para ressaltar o seu próprio “gremismo” já de longa data e pediu o mesmo para o grupo de jogadores:

“Tenho o Grêmio no coração, sou Grêmio. Tudo o que eu puder fazer pelo Grêmio, eu farei (…) Quem quer trabalhar no Grêmio nós recebemos com carinho, quem não quer ajudar nesse momento que vivemos… tudo bem”, concluiu o técnico.

Direção fala sobre Ruan

Segundo o vice-presidente de futebol Marcos Herrmann, também em coletiva, a proposta de renovação apresentada por Ruan era “boa”, mas o próprio zagueiro rebateu nas redes sociais indicando que a oferta teria sido “apenas” de 70 mil reais mensais – entenda aqui.

“Foi condição da direção a não entrega do jogador em 2021. Que bom que o jogador pensa do mesmo jeito. Isso é muito bom, fico muito contente. Cabe destacar que, há três meses, nós fizemos uma proposta de renovação e os representantes do jogador entenderam que não estavam de acordo. É um direito legítimo. A proposta, no nosso entendimento, era uma proposta boa. Mas foi recusada. Desde então não conseguimos evoluir. Vendo que, no futuro, ele também poderia sair gratuitamente, tivemos que agir. É um excelente jogador e vamos contar com ele até o fim do ano”, explicou Herrmann.

OS VALORES DAS VENDAS AO SASSUOLO SEGUNDO O GLOBOESPORTE.COM:

Matheus Henrique: total de 10 milhões de euros, cerca de R$ 61 milhões, sendo 90% para o Grêmio e 10% para o São Caetano.

Ruan: Grêmio receberá 60% dos 5 milhões de euros, cerca de R$ 19 milhões, e o restante será dividido entre investidores.

Gostou do site? Então deixe sua curtida:

Publicidade

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas