fbpx

No aguardo de Borja, Felipão estranha saída de Ferreira e critica postura: “Não apareceu para fazer tratamento”

Técnico Luiz Felipe Scolari, o Felipão, avaliou a situação envolvendo Ferreira no Grêmio

Entre elogios a Miguel Borja, que já chegou a Porto Alegre para reforçar o Grêmio, o técnico Luiz Felipe Scolari, o Felipão, estranhou em coletiva de imprensa após a vitória contra o Vitória-BA a situação de Ferreira, que está sendo comprado pelo Atlanta, dos EUA, pelo valor da multa rescisória: 8 milhões de euros.

Além de ter se surpreendido com a informação da provável saída, Felipão citou ausências de Ferreira no tratamento médico para se recuperar de lesão no joelho:

“Saída do Ferreira? Não sei. Não sei disso. Eu sei que nos últimos quatro dias ele não apareceu para fazer tratamento. Isso eu sei. Mas saída eu não sei. Borja é uma das soluções? Sim, vai ajudar. Mas o que vai mais nos ajudar são os jogadores que estão no DM e que queremos que eles tenham a liberação para ter todos à disposição. São os principais reforços que vou fazer”, disse Felipão, antes de evidenciar incômodo:

“A informação eu tenho. Mas eu não vou na casa dele procurar se ele está dormindo. No final do mês o salário está sendo depositado. E não vou na casa dele saber se ele recebeu o salário. Quem quer ficar no Grêmio recebemos de braços abertos. Quem não tem um carinho especial pelo Grêmio… a gente vai ver o que vai acontecer. Realmente não sei no sentido de sair ou não do clube”.

Com a possibilidade de ter Borja, o Grêmio volta a campo na segunda-feira, 20h, em casa, contra a Chapecoense, pelo Brasileirão. Já o sorteio das quartas da Copa do Brasil acontece na tarde de sexta.

Gostou do site? Então deixe sua curtida:

Publicidade

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas