Grêmio reclama e se diz surpreso sobre Palmeiras, Flamengo e São Paulo: “Egoístas”

Direção gremista esperava mais solidariedade destes clubes neste momento do RS

Publicidade

A diretoria do Grêmio segue insatisfeita com a postura de Flamengo, São Paulo e Palmeiras, que, no momento, são os únicos dos 20 clubes da Série A que seguem contra a paralisação do Brasileirão. Na última semana, a direção gremista assinou nota conjunta com Inter e Juventude solicitando o adiamento das próximas três rodadas, mas a CBF não acatou e apenas marcou uma reunião com todas as equipes para o dia 27.

“Nos surpreendeu a forma egoísta como Flamengo, Palmeiras e SP se manifestaram sobre a paralisação da Série A”, disparou o atual vice-presidente eleito do Grêmio, Eduardo Magrisso, em entrevista concedida à Rádio Bandeirantes nesta semana.

Veja também:
1 De 5.921

Na última terça-feira, Bahia e Vitória revisaram o seu posicionamento, passando a serem favoráveis à paralisação dos jogos até que a situação do Rio Grande do Sul apresente melhoras – no momento, o povo gaúcho segue sentindo os fortes impactos da maior enchente da sua história.

Mesmo contrariado, o Grêmio começa a buscar formas de viabilizar o seu retorno aos treinos e jogos. A reapresentação do elenco deverá ocorrer ainda nesta semana, em São Paulo, com atividades no CT do Corinthians. Já as partidas como mandante serão no Couto Pereira, em Curitiba.

Alegações de Palmeiras, São Paulo e Flamengo:

Anderson Barros, diretor de futebol do Palmeiras:Será que todas aquelas pessoas que dependem do futebol seriam capazes de suportar um período de não futebol? Será que todos os trabalhadores que dependem do que está em torno do futebol seriam capazes de suportar o momento? Tivemos um exemplo recente e sabemos quanto os clubes sofrerem quando pararam. Será que a melhor forma será com a paralisação do futebol? O Palmeiras deu exemplo na pandemia e estamos sempre preocupados com o que representa o futebol para todos. Essa tragédia poderá ser superada só com muito trabalho e dedicação”

Bruno Spindel, diretor executivo do Flamengo:O clube já se posicionou em relação aos co-irmãos Inter, Grêmio e Juventude. Temos nos solidarizado e nos colocamos o centro de treinamento à disposição para que quando, e se julgarem necessário, usarem a nossa instalação entre outras ações. A gente entende que, continuando a trabalhar, exercendo as atividades, podemos ajudar mais ainda do que ficando parado”

Julio Casares, presidente do São Paulo:(Paralisação do Brasileiro é um) Tema difícil. Toda solução para este tema tem dificuldades. O que temos que entender é: a CBF, que organiza o campeonato, convocou um Conselho Técnico para o dia 27 de maio, e lá vai ser o fórum de discussão. O ato humanitário está aqui (mostra doações), o ato humanitário não desassocia do futebol. O ato esportivo do simbolismo, que muitos falam em parar duas rodadas, não sei o quanto pode contribuir de forma pragmática

LEIA MAIS NOTÍCIAS DO GRÊMIO:

Ajude o Rio Grande do Sul – Doe pelo PIX – CNPJ: 92.958.800/0001-38

Ajude o Rio Grande do Sul
Chave PIX - CNPJ: 92.958.800/0001-38 Instituição: Banrisul Nome: SOS Rio Grande do Sul

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas