Grato à torcida do Grêmio, Suárez deixa sugestão para o futebol brasileiro ficar melhor

Atacante uruguaio mostrou muita gratidão pelo carinho dado pela torcida gremista

Publicidade

Antes de deixar o futebol brasileiro, o atacante Luis Suárez recebeu a Bola de Ouro de melhor jogador do Brasileirão pela campanha com o Grêmio em 2023. Ele, que também ganhou a Bola de Prata por ter sido o melhor atacante, concedeu uma série de entrevistas no evento promovido pela ESPN na última quinta-feira e deu as suas sinceras opiniões sobre a liga disputada no Brasil.

Suárez avaliou a sua experiência como “legal”, mas deixou uma sugestão para que o futebol brasileiro possa melhorar: menos jogos e ajustes no calendário em prol dos atletas e também dos treinadores.

“É difícil, mas eu achei legal. É muito difícil, isso é verdade. É gostoso. Pode mudar algumas coisas, porque tem muitos jogos. O corpo do jogador não aguenta tudo isso e a cabeça do treinador também não. Pela experiência que eu tive aqui, o ano foi bem legal”, comentou o camisa 9.

O uruguaio, que deve fechar com o Inter Miami, dos Estados Unidos, para 2024, também mostrou imensa gratidão à torcida do Grêmio:

“A torcida do Grêmio ficou contente com o grande trabalho. Eles entenderam a minha situação, meu posicionamento. Eu agradeço muito aos torcedores gremistas pelo carinho e por tudo que fizeram por mim no Rio Grande do Sul”, ampliou o “Pistolero”.

Suárez
Suárez marcou dois gols na despedida contra o Fluminense – Foto: Lucas Uebel/Divulgação

Suárez na história do Grêmio

Conforme lembrou o site oficial gremista, Luis Suárez é o quarto jogador do clube na história a receber a premiação. Ele se une ao zagueiro Ancheta, premiado em 1973 (primeiro ano da Bola de Ouro); Paulo Isidoro, ganhador em 1981; e Lucas Leiva, que recebeu o troféu em 2006.

Despedida de Luisito

Através das suas rede sociais, o Grêmio convocou a sua sempre presente torcida para dar um “último adeus” a Suárez antes do goleador deixar Porto Alegre no Aeroporto Salgado Filho na manhã desta sexta-feira, dia 8 – saiba aqui todos os detalhes e como participar.

As dificuldades do Grêmio no mercado

Sem mais contar com o seu artilheiro de 2023, que fechou o ano com 54 jogos e 29 gols, o Grêmio parte em busca de soluções no mercado visando o ano que vem e principalmente a disputa da próxima Libertadores. Mas a tarefa não é fácil, como já declarou o presidente Alberto Guerra:

“O que eu posso dizer é que a gente pensa grande. Obviamente que não existe um substituto do mesmo nível, a não ser que fosse o Haaland ou o Lewandowski, que são goleadores mundiais como ele. Mas a gente pensa grande e olha o mercado. Não quer dizer que vamos contratar logo no dia seguinte da saída do Suárez”, disse Guerra, antes da vitória sobre o Fluminense na quarta-feira, por 3×2, no Maracanã.

“Tem vezes que é questão de oportunidade, de condições de financeiras, do jogador acreditar no projeto. Por isso que eu agradeci ao Suárez, por ele ter acreditado no Grêmio. O recado é que a gente pensa grande, olhamos o mercado nesse nível e quando surgir a oportunidade vamos trazer atletas dessa magnitude”, acrescentou o presidente do Grêmio.

Com Villasanti e Suárez, como ficou a Seleção Bola de Prata de 2023

Com a presença dos dois representantes gremistas, a Seleção Bola de Prata do Brasileirão de 2023 ficou assim: Weverton (Palmeiras); Mayke (Palmeiras), Adryelson (Botafogo), Murilo (Palmeiras), Piquerez (Palmeiras); Pulgar (Flamengo), Villasanti (Grêmio), Veiga (Palmeiras), Arrascaeta (Flamengo); Hulk (Atlético-MG) e Suárez (Grêmio) Técnico: Abel Ferreira (Palmeiras).

Leia mais notícias:

Entre no canal do WhatsApp do Zona Mista e receba notícias do Grêmio em tempo real. (Clique Aqui)