Goleiro do Juventude faz elogios ao Grêmio e revela se já sabia da cavadinha de Robert Renan

Gabriel Vasconcellos levou a melhor na decisão por pênaltis contra o Inter

Publicidade

Após passar pelo Inter nos pênaltis dentro do Beira-Rio, o Juventude coloca todo o seu foco no Grêmio e sonha em faturar o Gauchão, iniciando a decisão neste sábado, 16h30, no Estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul. O goleiro Gabriel Vasconcellos, que foi um dos destaques do time da serra na semi, concedeu nova entrevista e pregou total respeito ao tricolor:

“A gente respeitou o Inter, vamos respeitar o Grêmio também e eles têm as qualidades deles e vamos treinar, tentar nos preparar da melhor forma para conseguir fazer um grande jogo, para competir de igual para igual. É um grupo muito competitivo, essa tem que ser a nossa identidade, então, é assim que temos pensado”, disse Gabriel, em declaração publicada no site GZH, antes de ampliar:

“Para ser campeão, você precisa estar na frente depois dos 180 minutos. Então, assim, como vai ser, a gente não sabe, se vai ser no tempo normal, pode ser nos pênaltis, a gente não sabe. O que temos que fazer é competir”, salientou.

Goleiro do Juventude sabia do pênalti de cavadinha?

Um dos questionamentos feitos nos últimos dias era sobre um possível conhecimento prévio de Gabriel à forma de bater de Robert Renan, zagueiro do Inter, que deu uma fraca cavadinha e não conseguiu fazer o seu gol. O arqueiro confirmou que sabia desta característica do adversário:

“Sempre estudamos os batedores. A gente tenta pegar o máximo de informações, também, tem mérito de todo o staff técnico que disponibiliza para a gente todos os dados possíveis, e eu tinha visto que em alguns momentos na carreira ele tinha usado essa estratégia. Então, tentamos criar em cima da estratégia dele uma estratégia nossa pra sairmos com o resultado ali. Fui feliz, a estratégia deu certo”, finalizou o arqueiro do Juventude.

Quando estava na Rússia, jogando pelo Zenit, Robert Renan chegou a bater certa vez desta mesma forma e marcou o gol. Nesta quinta-feira, o zagueiro colorado se manifestou pela primeira vez desde o erro e pediu desculpas – leia o seu post aqui.

Leia mais:

Ajude o Rio Grande do Sul – Doe pelo PIX – CNPJ: 92.958.800/0001-38

Ajude o Rio Grande do Sul
Chave PIX - CNPJ: 92.958.800/0001-38 Instituição: Banrisul Nome: SOS Rio Grande do Sul

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas