Galvão Bueno faz ressalva, mas vê Grêmio em fase delicada na temporada: “Preocupa”

Narrador fez um comentário nas redes sociais sobre a rodada do Brasileirão

Como de costume em suas redes sociais oficiais, o narrador Galvão Bueno fez um balanço da rodada do final de semana e admitiu que a situação do Grêmio, que perdeu por 1×0 o Gre-Nal de sábado no Couto Pereira, “preocupa”. Ele, porém, fez questão de lembrar que o tricolor tem dois jogos a menos que a maioria dos rivais e que isso pode ser um alento aos gremistas.

Esses dois jogos atrasados são em função da enchente de maio no Rio Grande do Sul, que obrigou a CBF a adiar os duelos dos times gaúchos. Posteriormente, o Brasileirão teve rodadas suspensas. Os duelos atrasados do Grêmio são contra Criciúma em casa e Atlético-MG fora.

Veja também:
1 De 6.100

“Flamengo em 1º e Palmeiras em 2º! A briga pelo título brasileiro começou a polarizar novamente. O Fla venceu um Flu que assusta. Lanterna e sem dar nenhum chute com direção ao gol. Absurdo (…) E o time de Abel já soma 5 vitórias seguidas. O Bahia tb empolga, goleou o Cruzeiro e está em 3º. Já na zona do rebaixamento, além do Flu, o Corinthians vive fase terrível. E o Grêmio perdeu o Gre-Nal de ontem e preocupa, mas ainda tem 2 jogos a menos. Destaque tb pro Vasco, que goleou o SP e saiu do Z4”, publicou Galvão em seu Instagram.

Grêmio teme rebaixamento?

Mesmo no penúltimo lugar da tabela do Brasileirão com 6 pontos, o Grêmio ainda evita falar em rebaixamento e mostra confiança em uma reação no campeonato. Porém, as seis derrotas consecutivas na competição já ligaram sinal de alerta.

“Temer (o rebaixamento), ainda não. Jogamos apenas 25% do campeonato, tem muito pela frente. É óbvio que uma sequência como essa liga o sinal de alerta. Mas temos que manter a tranquilidade, manter a nossa convicção”, disse o presidente Alberto Guerra, em sua coletiva de sábado.

“O rebaixamento é muito cedo para falar. Brasileiro é longo. Nunca me passou pela cabeça. Meu discurso continua o mesmo. Daqui um pouco, voltamos para o nosso lugar. Hoje, ninguém é bom. Tem que trocar o treinador, os jogadores ninguém presta. Quando se ganha, é bom. Quando não ganha, é ruim. Está todo mundo no mesmo barco”, opinou Renato.

Acesse o canal do nosso WhatsApp e ative o sininho para receber notícias:

Canal WhatsApp - Zona Mista Grêmio
Entre no canal e ative o sininho para receber as notificações

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas