Gabriel quebra o silêncio e diz que não se sente inferior aos volantes que o Inter contratou

Volante está treinando em separado no Inter assim como Carlos De Pena

Publicidade

Em conversa com o jornalista Vagner Martins, da Rádio Gaúcha e portal GZH, o volante Gabriel abriu o jogo sobre a sua situação no Inter e a decisão do clube em deixá-lo treinando em separado junto com o meia Carlos De Pena. O jogador afirmou que não se vê em momento “inferior” aos atletas da mesma posição que foram trazidos nesta janela, casos de Fernando e de Thiago Maia.

“Eu não estava acompanhando eles, mas eu sei do meu potencial e não concordo que estejam melhores do que eu antes de acontecer uma disputa interna”, afirmou Gabriel.

Por outro lado, o “Ruf Ruf” negou ter procurado clubes por conta própria e que de alguma forma possa estar “atrapalhando” o vestiário colorado, conforme alguns rumores recentes.

“Eu preciso dizer que não procede, não é verdade, porque este tipo de informação mexe com meu profissionalismo. Sou um cara que tem uma carreira exemplar, por onde passei, tive lideranças nos grupos e isso mexe, inclusive, com a minha família. Me deixou muito chateado e decepcionado. Não corresponde a verdade”, declarou o jogador.

Coudet pelo Inter
Coudet deixou Gabriel no fim da fila no Inter – Roberto Vinicius/Zona Mista

Histórico de Gabriel no Inter

Contratado junto ao Corinthians no começo de 2022, Gabriel não demorou a se tornar titular do Inter e agradar aos torcedores pelo seu estilo de jogo combativo e raçudo. No seu melhor momento, já sob comando do técnico Mano Menezes, teve grave lesão de ruptura de ligamento no joelho em outubro daquele ano em um jogo contra o Santos no Beira-Rio, pelo Brasileirão.

A partir disso, foi realizada uma cirurgia e o atleta passou por um longo tempo de recuperação, que incluiu viagem ao Catar para tratamento com um hospital considerado como referência na área. Em 2023, ao retornar, praticamente não ganhou muitas chances e foi para o fim da fila de volantes.

A situação se agravou em 2024, quando, por decisão do técnico Eduardo Coudet, passou a receber ainda menos oportunidades, mesmo quando o time considerado alternativo jogava as partidas fora de casa na primeira fase do Gauchão. Sincero, Gabriel chegou a admitir depois de um jogo no Beira-Rio que não estava nada contente com a sua situação – relembre tudo aqui. Ainda sem propostas oficiais para deixar o colorado, ele segue com contrato até a temporada de 2025.

A nota oficial do Inter sobre o afastamento de Gabriel e Carlos De Pena

“Em razão dos desdobramentos do planejamento para o restante da temporada 2024, o Sport Club Internacional comunica que os atletas Carlos De Pena e Gabriel Girotto continuarão a realizar atividades de treino para plena manutenção da condição técnica e atlética. Neste momento, contudo, na condição de integrantes da equipe profissional do Internacional, não estão relacionados para os compromissos preparatórios para os próximos jogos da temporada”, diz nota enviada pelo Inter nos últimos dias.

LEIA MAIS:

Ajude o Rio Grande do Sul – Doe pelo PIX – CNPJ: 92.958.800/0001-38

Ajude o Rio Grande do Sul
Chave PIX - CNPJ: 92.958.800/0001-38 Instituição: Banrisul Nome: SOS Rio Grande do Sul