Elenco do Inter passa tranquilidade e abraça Borré na busca pelo primeiro gol: “Vai chegar”

Atacante segue buscando o seu primeiro gol com a camisa colorada

Publicidade

Ainda não foi dessa vez que Rafael Borré conseguiu fazer o seu primeiro gol com a camisa do Inter. Principal reforço da temporada, contratado por cerca de 6,2 milhões de euros junto ao Frankfurt-ALE, ele teve uma oportunidade de ouro em um pênalti na vitória de 1×0 fora de casa sobre o Palmeiras, pelo Brasileirão, nesta quarta-feira. Mas bateu por cima e manteve o jejum.

Mesmo assim, o elenco do Inter segue “fechado” com o Borré e mobilizado na tentativa de ajudar o colombiano a fazer o gol. Apesar do pênalti perdido, o lateral-esquerdo Renê, por exemplo, reforçou o quanto o atacante vem ajudando o time de outras formas:

Veja também:
1 De 5.923

“Eu conversei com o Borré há uns jogos. Sei que é difícil para ele, porque ele é cobrado para fazer gols. Mas é um cara que vem nos ajudando bastante, brigando, lutando, abrindo espaço, dando assistência. A hora vai chegar e ele vai marcar o seu gol. Durante o jogo, falei várias vezes para ter tranquilidade. Temos que saber que até sair o primeiro gol é difícil, como foi com o Enner Valencia também. Mas não vai mudar nada na nossa confiança o pênalti perdido. Logo depois ele deu a assistência. Ele tem espírito de grupo e uma hora a bola vai entrar para ele deslanchar”, comentou Renê, antes de falar da vitória sobre o Palmeiras:

“Jogo difícil, fora de casa no Brasileirão sempre é assim. Principalmente contra o atual campeão. Para brigar lá em cima precisamos bater de frente contra esses times. Fizemos um jogo muito bom coletivamente. E aproveitamos a oportunidade que o rival nos deu. Sofremos quando precisávamos sofrer. Nem sempre vamos dominar os jogos. Algumas partidas serão assim, mas conseguimos marcar bem. Jogando junto, o individual fica melhor. Agora temos que descansar e pensar no jogo contra o Athletico, em um campo muito difícil de se jogar”.

Elenco do Inter passa tranquilidade e abraça Borré na busca pelo primeiro gol: "Vai chegar"
Renê deu entrevista após a vitória sobre o Palmeiras – Foto: Roberto Vinicius/Zona Mista

Borré já admitiu a ansiedade

O jogo contra o Palmeiras foi o 5° oficial de Borré desde a chegada ao Inter. Antes, passou em branco entrando no segundo tempo diante do Nova Iguaçu e sendo titular contra Belgrano, Real Tomayapo e Bahia. Depois da vitória sobre os baianos no último sábado, ele admitiu ter uma certa ansiedade para logo conseguir botar a bola nas redes:

“Obviamente, tenho muita vontade de fazer o meu primeiro gol com essa camiseta. Creio que isso acontece com todos os atacantes. Queremos ajudar a equipe. Nossa forma de ajudar é com gols. Sei que os meus companheiros estão com a mesma gana que eu de fazer gols. Sei que isso vai acontecer. Tomara que, quando aconteça, seja importante para o grupo”, afirmou Borré, na ocasião.

Com 100% de aproveitamento em duas rodadas, o Inter é o 2° colocado no Brasileirão atrás apenas do Flamengo pelos critérios de desempate. A próxima partida é neste domingo, às 16h, diante do Athletico, no Paraná.

LEIA MAIS DO INTER:

Ajude o Rio Grande do Sul – Doe pelo PIX – CNPJ: 92.958.800/0001-38

Ajude o Rio Grande do Sul
Chave PIX - CNPJ: 92.958.800/0001-38 Instituição: Banrisul Nome: SOS Rio Grande do Sul

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas