Vídeo mostra comparação do apoio da torcida do Grêmio no Olímpico e no Couto Pereira

Tricolor recebeu o apoio de cerca de 23 mil pessoas na partida de quarta-feira

Publicidade

Empurrado por cerca de 23 mil pessoas, naquele que foi o segundo maior público do estádio no ano, o Grêmio contou com a sua torcida para obter, na quarta-feira, a importante vitória de 4×0 sobre o The Strongest, no Couto Pereira, em Curitiba-PR, pela fase de grupos da Libertadores. Para muitos, o tricolor viveu um “clima de Olímpico” mesmo em território paranaense.

Para efeitos de comparação, o fotógrafo gremista Richard Dücker publicou um vídeo comparativo – de autoria do videomaker Vitor Villela – entre um jogo da Libertadores de 2009 no Olímpico e a partida desta quarta no Couto Pereira:

Veja também:
1 De 6.005

Ainda sem poder utilizar a sua Arena, muito afetada por conta da enchente no Rio Grande do Sul, o Grêmio também utilizará o Couto Pereira no jogo deste sábado, 16h, diante do Bragantino pelo Brasileirão e depois no duelo contra o Estudiantes, dia 8, no outro sábado, pela última partida da chave da Libertadores.

Jogadores do Grêmio aprovaram clima

Da parte de quem joga, só elogios foram feitos ao clima criado no Couto Pereira e à postura dos torcedores que foram acompanhar o último duelo:

“A verdade é que o campo estava muito bom. Não é a Arena, normal, mas ficamos muito agradecidos pelo Coritiba ter nos dado o CT e o estádio para podermos treinar e jogar. A torcida foi muito boa, encheu o estádio e se sentiu o apoio deles. Eu sei que a torcida do Grêmio sempre acompanha, então não me parece algo muito maluco termos tido 23 mil pessoas hoje”, declarou Kannemann, complementado pelo técnico Renato Portaluppi:

“A festa foi maravilhosa. Só tenho que agradecer. Os torcedores do Grêmio e os do Paraná fizeram a gente se sentir em casa. Parecia que estávamos na Arena pela forma como fomos recebidos. Dentro de campo, sabíamos que a vitória era necessária para seguirmos vivos na Libertadores. Foi uma boa atuação. Mesmo de longe, estamos com saudades do nosso estado. O mínimo que poderíamos fazer era vencer para tentar minimizar a dor deles”, comentou o treinador.

Mais notícias:

Canal WhatsApp - Zona Mista Grêmio
Entre no canal e ative o sininho para receber as notificações

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas