Com D’Alessandro, Sobis relembra convivência com Fernandão: “Meu conselheiro”

Ex-atacante Rafael Sobis bateu um papo com D'Alessandro na "Dale TV"

Publicidade

Primeiro participante do novo projeto de D’Alessandro, a “Dale TV”, o ex-atacante Rafael Sobis relembrou a ótima convivência que teve com Fernandão no início de sua carreira profissional. Ambos, juntos, formaram o ataque campeão da Libertadores de 2006 e mais do que o entrosamento no futebol, que era flagrante, se deram muito bem fora das quatro linhas.

“Foi diretamente mais importante que o meu pai. Porque eu convivi muito tempo com o Fernandão. Ele foi o meu conselheiro. Ele estava até de aniversário esses dias. Poucas pessoas fazem falta, sabe? O Fernandão é um desses que faz falta”, declarou Sobis.

Veja também:
1 De 5.995

Em 2014, Rafael Sobis defendia o Fluminense e morava no Rio de Janeiro quando ficou sabendo da morte de Fernandão, vítima de acidente de helicóptero em Goiás. Na época, o antigo capitão colorado se preparava para comentar a Copa do Mundo pelo SporTV.

Sobis escolhe Lisca como melhor treinador

Em outro trecho da entrevista, Sobis surpreendeu ao apontar Lisca como o melhor treinador de toda a sua carreira. Eles trabalharam juntos no começo dos anos 2000 nas categorias de base do Inter, que, na época, era considerada uma das mais promissoras do Brasil.

“Melhor treinador de todos? O Lisca. Ele me treinou nas categorias de base e tipo assim, o que os treinadores fazem hoje ele já fazia naquela época. Me gravou muito. Ele era muito bom treinador. O Lisca só fez mal para ele mesmo. Ele é louco”, afirmou Sobis.

Pelo Inter, Rafael Sobis se sagrou bicampeão da Libertadores entre os anos de 2006 e 2010, fazendo gols em ambas as finais contra São Paulo e Chivas, respectivamente. Ele também atuou no exterior e chegou a ser convocado para a Seleção Brasileira.

Mais notícias:

Canal WhatsApp - Zona Mista Inter

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas