Comentarista diz que Inter deve interromper projeto “badalado” de Ramírez para não correr risco de ser rebaixado

Início de campanha colorada no Brasileirão de 2021 gera críticas ao trabalho de Miguel Ángel Ramírez

Na avaliação do comentarista da Rádio Gaúcha, Adroaldo Guerra Filho, o Guerrinha, o Inter já passou da hora de fazer a troca no comando técnico, abrindo mão do trabalho gerido pelo espanhol Miguel Ángel Ramírez. Em coluna no site GZH, o jornalista chega a calcular até um risco de rebaixamento no Brasileirão se nada for feito.

LEIA MAIS – Com Miguel Ángel Ramírez: três mudanças e anúncios que o Inter prepara para contornar a crise no futebol

“Chegou a hora de o Inter arquivar o “badalado” projeto de mudanças. Caso não troque de comando, clube pode correr risco de rebaixamento no Brasileirão”, disparou, antes de justificar o seu ponto de vista:

“Depois de um pouco mais de 100 dias, está mais do que provado que o “badalado” projeto de mudanças precisa ser arquivado com urgência, sob pena do Inter ter, lá na frente, que pagar um preço muito salgado em 2021. Tudo o que foi feito até agora, com perda do Gauchão, sem vitória em Gre-Nal, classificação capenga no grupo mais frágil da Libertadores são provas consolidadas de que as coisas no Beira-Rio estão de cabeça para baixo. Sem chance de sucesso em competição alguma, o time ainda corre o risco de passar o resto do ano fugindo do perigo de rebaixamento”.

Ciente das críticas externas e também insatisfeita, a direção do Inter cobrou modificações de Ramírez após a goleada de 5×1 para o Fortaleza, no domingo, fora de casa, mas bancou a continuidade do profissional no cargo.

O “novo” Inter de Miguel Ángel Ramírez já será testado nesta quinta-feira, 21h30, diante do Vitória, em casa, pela volta da terceira fase da Copa do Brasil. A vantagem é colorada por ter feito 1×0 no Barradão quinta passada.

  • Clique aqui para entrar em um grupo de WhatsApp e acompanhar as notícias do seu time.