fbpx

Com 9 pontos atrás, Bolzan usa frustração antiga do Grêmio para dizer que é possível buscar o Cruzeiro

Presidente gremista segue acreditando na busca dos pontos que o time mineiro tem de vantagem

Em 4° lugar na tabela de classificação da Série B com 33 pontos, tendo 9 a menos que o líder Cruzeiro, o Grêmio, através do seu presidente Romildo Bolzan Jr, segue acreditando ser possível brigar pela primeira posição. Ambos os times entram em campo logo mais, neste sábado: o Cruzeiro recebe o Bahia às 16h e o Grêmio encara a Ponte Preta, na Arena, às 16h30.

“Por ter sido uma campanha com uma certa dificuldade, de altos e baixos, ela foi boa. Ou seja, atingimos o objetivo de encerrar o primeiro turno com uma perspectiva de retorno à Série A. Foi uma campanha conservadora, porém poderíamos ter mais cinco pontos”, declarou à Rádio Gaúcha.

Bolzan está apostando em uma queda de rendimento do Cruzeiro. E, além disso, usa o frustrante exemplo do Grêmio de 2008, que chegou a ter 11 pontos de vantagem ao São Paulo na liderança da Série A e acabou deixando escapar o título:

“Não tem nada definido, nem o Cruzeiro. Temos que ver quem vai aproveitar melhor a janela e quem tem mais a tirar do seu time. É comum ter equipes de ótimas campanhas no primeiro turno e péssimas no segundo. Cada situação tem uma explicação, mas não acredito que o Cruzeiro se mantenha nesse nível. O Grêmio já foi vítima disso. Perdi boas apostas em 2008, quando achava que seríamos campeões”, encerrou o presidente.

Gostou do site? Então deixe sua curtida:

Publicidade

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas