fbpx

Barcellos projeta volta do público, lembra Brasileirão perdido contra o Sport e cobra melhor desempenho no Beira-Rio

Presidente colorado concedeu entrevista à Rádio Gaúcha na última quinta-feira

Totalmente em sintonia com os demais clubes, sem querer apressar o passo de forma individual, o Inter aguarda o novo congresso técnico da CBF, marcado para o dia 28, para ter uma ideia mais clara de quando poderá ter a torcida novamente no Beira-Rio. Nesta sexta-feira, à Rádio Gaúcha, o presidente colorado Alessandro Barcellos tratou com mais detalhes do tema.

“Estamos ansiosos pela volta do público. Queremos e precisamos da torcida ao nosso lado. Mas somos coerentes e seguiremos priorizando a posição das autoridades sanitárias que são as mais corretas para identificar o momento certo para essa volta. E também somos coerentes com o congresso técnico que definiu tudo lá atrás, para manter o equilíbrio e a isonomia. Aquilo que é vantagem para um hoje, pode ser prejuízo para o mesmo amanhã”, disse.

O mandatário também abordou o tamanho do impacto financeiro por esse tempo todo de portões fechados:

“Tínhamos uma expectativa de volta do público que ainda não aconteceu. Temos um ano difícil, inclusive com medidas drásticas no segundo semestre que não queríamos. A dificuldade existe, mas seguimos trabalhando para melhorar e relação custo-benefício para fazer mais com menos. É importante investir no futebol, mas hoje ainda estamos tendo um desempenho menor do que o investimento feito, e vamos melhorar isso”.

Barcellos
Barcellos quer Inter mais forte em casa no 2° turno – Ricardo Duarte/ Inter/Divulgação

Em relação ao futebol, Barcellos cobrou mais vitórias no Beira-Rio a começar por domingo, 11h, diante do Fortaleza. E, mesmo admitindo que a vitória fora de casa por 1×0 sobre o Sport não teve grande futebol, lembro que este mesmo rival tirou o Brasileirão de 2020 do clube ao vencer por 2×1 em Porto Alegre:

“Precisamos voltar a vencer em casa. A sequência é importante para recuperar aqueles pontos que perdemos no início do campeonato para o próprio Fortaleza. Essa tem sido nossa tônica, chegou a hora do Inter não dar moleza. Vamos jogo a jogo buscando superação em um campeonato difícil que tem oscilações. Já foi avaliado pelo Diego Aguirre e por nós que não foi uma partida que apresentamos o que foi trabalhado. Isso vai ser corrigido, e melhor que seja corrigido com vitórias. Jogamos com este mesmo Sport em casa e perdemos o Campeonato Brasileiro (edição de 2020). Estreamos este campeonato (edição de 2021) com eles em casa e também perdemos”.

Gostou do site? Então deixe sua curtida:

Publicidade

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas