Baldasso responde indireta de Coudet em coletiva de imprensa: “Não vai funcionar”

Situação aconteceu depois da derrota do Inter por 2x1 para o Vitória em Salvador

Realizando o trabalho de reportagem para o canal do jornalista Fabiano Baldasso, o repórter Jairo Winck recebeu uma resposta atravessada do técnico Eduardo Coudet ao perguntar, em coletiva, sobre os recentes resultados do Inter na temporada, como a própria derrota deste domingo por 2×1 para o Vitória, em Salvador, pelo primeiro turno do Brasileirão.

Antes de responder sobre o momento do time, Coudet disparou em relação a Baldasso: “Vendo o teu microfone é claro que a tua análise vai ser mais negativa que positiva”. Tal reação despertou uma resposta do jornalista, posteriormente, em seu canal no YouTube, após o término da coletiva.

Veja também:
1 De 6.126

“Obviamente que eu vou falar sobre a indireta direta que ele mandou a mim. Mas eu não vou entrar nessa, Coudet. Quando tu diz que, vindo desse microfone, a análise seria muito mais negativa que positiva. Eu lamento. Não sou tão importante assim para receber uma referência tua desse tamanho ou que minhas críticas te incomodem tanto. Muito mais importante é tu encontrar soluções para o time, a escolha dos jogadores, dos movimentos táticos. A minha opinião não pode ser tão importante neste momento”, comentou Baldasso, antes de ampliar:

“Eu não me incomodo pessoalmente, de verdade. O que me incomoda é saber que a minha opinião é tão importante pra ti a ponto de dar uma indireta numa entrevista coletiva. Para tentar colocar o torcedor contra mim. Que não vai resultar em absolutamente nada. Tenho meu público há décadas e o canal é a maior audiência entre os colorados. Essa tentativa de me colocar contra a torcida não vai funcionar, mas é direito teu. E sim, Coudet, o time está entregando muito pouco. A minha resposta para o teu ataque a mim é: que tu tenha clareza para encontrar soluções para o Inter”.

Algumas falas de Coudet após Vitória 2×1 Inter:

PRIMEIRO TEMPO DO INTER

Um primeiro tempo muito ruim, o pior. O segundo tempo muito melhor. No final, não pude olhar a jogada. Então não sei. Teríamos dificuldades sem poder repetir com alguns jogadores. Outros no departamento médico. Comecei com jogadores que faltam ritmo, sem 100% das condições, mas temos necessidades. Não é só uma decisão esportiva, mas uma necessidade e ouvir o departamento médico

RETORNO DE ALARIO

Temos um só atacante que estava machucado, mas era o único ou jogar sem atacante. O primeiro tempo foi muito ruim. Não é desculpa. Temos de melhorar, dar mais ritmo a quem joga menos. E só se pega jogando. Não quero ser pessimista. Buscar trabalhar da melhor forma para o jogo de quarta. Temos um rival duro que é o Corinthians e fica cada vez mais difícil

O QUE ESPERAR DO JOGO DE QUARTA-FEIRA

Teremos que olhar quem estará disponível. Muito curto o período entre este jogo e o próximo. Vamos chegar por volta das 4h, tentar recuperar de tarde e depois viajar para Florianópolis. Sigo acreditando que podemos ganhar jogos e obviamente o time estaria mais entrosado se não tivéssemos feito as sete trocas. Vamos preparar da melhor maneira o jogo de quarta, buscando ganhar com sempre

LEIA MAIS:

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas