A estatística citada por Geromel em coletiva para explicar a campanha do Grêmio no Brasileirão

Zagueiro conversou com os jornalistas durante esta terça-feira pela manhã

A terça-feira do Grêmio iniciou com um treinamento no CT Luiz Carvalho e, posteriormente, entrevista coletiva do zagueiro Pedro Geromel. Além de negar já ter data marcada para a aposentadoria, o defensor deu o seu ponto de vista sobre a campanha até agora fraca do clube no Brasileirão, com três vitórias, um empate e sete derrotas, com 10 pontos, no 18° lugar da tabela.

Para Geromel, o fato de o elenco gremista ter ficado longe do Rio Grande do Sul nos últimos 40 dias pesou bastante para os maus resultados. Ele contou o seu caso pessoal de distância da família e ainda mencionou que, coincidência ou não, as três únicas vitórias do Grêmio no campeonato foram no RS – Athletico e Cuiabá na Arena e Fluminense no Centenário, em Caxias do Sul.

Veja também:
1 De 6.111

“Ficamos 40 dias longe de casa em hotel. Vi meu filho duas vezes. Terminou um jogo em Curitiba uma vez e eu peguei meu carro, fui para Florianópolis, meus filhos estavam aqui, porque eles têm escola também. Aí foram pra Floripa e passamos um dia junto. Isso não é legal. Quando a gente está no RS, a gente joga e, ganhando ou perdendo, vou pra casa ver minha família. Ficamos 40 dias fazendo tudo junto sem pausa e isso não faz bem para a cabeça. Isso sem contar nossa força em casa. Pode parecer coincidência, mas as nossas três vitórias no campeonato foram no Rio Grande do Sul, o que pra mim é um fator determinante”, pontuou Geromel.

A coletiva de Geromel

Mais falas de Geromel na entrevista de hoje:

Eu estou me sentindo bem, tive uma lesão, operei o braço, totalmente atípica, mas no resto estive à disposição. Sei das minhas limitações, da idade, mas espero corresponder para sempre ajudar o Grêmio. No momento que sentir que não estou ajudando, vou ser o primeiro a parar
.
Se eu não estiver ajudando mais jogando, eu paro logo. Consigo ajudar de outras formas os mais jovens, com exemplo e liderança, sempre vou fazer meu melhor pra representar essa camiseta
.
Em 2021 foi muito atípico, pós-pandemia, o Gauchão se estendeu, jogamos a final da Copa do Brasil de 2020 em março de 2021, um ano todo atropelado, teve mudanças de treinador. São coisas que não aconteceram esse ano. Dá uma tranquilidade para não passar pelo que a gente passou

LEIA MAIS NOTÍCIAS:

Acesse o canal do nosso WhatsApp e ative o sininho para receber notícias:

Canal WhatsApp - Zona Mista Grêmio
Entre no canal e ative o sininho para receber as notificações

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas