Vitória na Bolívia pode fazer Inter ter time mais reforçado diante do Flamengo no sábado

Internamente, comissão técnica e jogadores se cobram por reação no Brasileirão

Publicidade

Após vencer o Bolívar na altitude de La Paz por 1×0, garantindo boa vantagem para o jogo da volta das quartas da Libertadores, o Inter tem novamente o foco no Brasileirão e pensa no Flamengo, sábado, às 18h30, no Rio de Janeiro. Sem vencer há 8 jogos no campeonato nacional, o colorado já se cobra internamente por uma urgente reação, até para afastar a proximidade com o Z4 – no momento, são três pontos de distância.

Para o jogo no Rio de Janeiro, é possível que o técnico Eduardo Coudet escale mais titulares do que fez no sábado anterior, contra o Fortaleza, em derrota de 1×0 no Beira-Rio. A boa vantagem obtida na Bolívia dá mais segurança e tranquilidade para a volta, na terça, às 19h, em casa.

“Sempre estou convencido para tomar a melhor decisão para o grupo. Vamos preparar um grupo para dar certo, e estou muito convencido e muito feliz com o que estão fazendo os jogadores. Não é fácil conseguir dormir com cinco jogos sem vencer no Brasileirão. Temos um jogo sábado e também temos o segundo tempo da partida que começou hoje. Se tenho que perguntar para qualquer torcedor ou até mesmo para vocês, vão responder que é a melhor maneira como estamos fazendo (priorizando a Libertadores)“, resumiu Coudet nesta terça.

Inter terá troca no gol

Uma mudança para sábado já é certa e envolve a saída do goleiro Sergio Rochet, que está suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Com a saída de John para o Valladolid, da Espanha, Keiller voltou a ser o reserva imediato e deverá sair jogando no Maracanã contra o Flamengo.

Leia mais:

Entre no canal do WhatsApp do Zona Mista e receba notícias do Inter em tempo real. (Clique Aqui)