Taison chora em entrevista ao relembrar drama quando estava no Inter: “Voltei a sorrir na Grécia”

Atacante tem jogado no PAOK, da Grécia, que venceu o último campeonato local

Ao Podcast DDD 53, no YouTube, o atacante Taison não segurou as lágrimas ao relembrar o drama que viveu durante a sua última passagem pelo Inter, entre 2021 e 2022, quando perdeu primeiro o pai e depois o irmão. O jogador, que hoje atua no PAOK, da Grécia, admitiu que pensou várias vezes em parar de jogar futebol por conta desses problemas:

“Primeiro, eu perdi o meu pai. Ele estava com câncer e já estava na UTI. Eu estava no Inter e escondi isso aí de todo mundo. Ninguém sabia, nem torcedor, nem ninguém do Inter. Só quem sabia era eu, meu empresário, família e amigos próximos. Um dia meu empresário me ligou: ‘Vem pra Pelotas que o teu pai está na UTI’. Beleza, peguei o carro e fui. Só que, quando eu entrei no hospital, eu acho que o meu pai já não estava mais ali. Foi o momento mais difícil da minha vida. Vi meu pai deitado numa maca e só peguei a mão dele, não tive mais forças de falar nada”, lamentou.

Veja também:
1 De 6.113

Taison, recentemente, se sagrou campeão grego com o PAOK, com quem já tinha renovado o contrato para a próxima temporada. Ele admitiu que só conseguiu “voltar a sorrir” na Grécia:

“Eu não queria fazer mais nada na minha vida depois daquilo ali. Depois daquela cena do meu pai, eu falava todos os dias que não queria mais jogar futebol. Em seguida, perdi o meu irmão. Pensei: ‘Chega, não quero mais jogar’. Chegava em casa todos os dias depois dos treinos e me trancava no quarto. Quando eu entrava para jogar, era vaiado. Aí nem conseguia sair nas ruas, porque as pessoas falavam que eu era ruim, que eu era isso, que eu era aquilo. E botei na cabeça que eu era isso mesmo. Fui embora do Inter. E consegui de novo voltar a sorrir na Grécia”, finalizou Taison.

As falas de Taison sobre o drama que viveu no Inter:

LEIA MAIS:

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas