STJD decide absolver Rafael Ramos por unanimidade após Edenilson relatar caso de racismo; Corinthians se manifesta

Saiba mais detalhes envolvendo os desdobramentos do caso envolvendo Rafael Ramos e Edenilson

Publicidade

Na manhã desta terça-feira, o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) decidiu absolver por unanimidade o lateral-direito português do Corinthians, Rafael Ramos. O órgão entendeu que não dá para concluir que o jogador falou a palavra “macaco” para Edenilson no empate em 2×2 no Beira-Rio, no primeiro turno do Brasileirão. O clube gaúcho ainda pode recorrer ao Pleno do tribunal.

Para os auditores do STJD, as cinco perícias analisadas no processo foram inconclusivas e não comprovaram a injúria racial denunciada por Edenilson. Na época dos fatos, Ramos foi detido no Beira-Rio e só esteve liberado a partir do pagamento de fiança.

“O Corinthians reforça o seu compromisso na luta contra o racismo. Desde o início, o clube deu todo o suporte necessário a Ramos e, agora, deseja uma sequência plena nas carreiras desportivas de ambos os atletas”, postou o Corinthians em nota.

O caso também segue tramitando na Justiça comum após a 14ª Vara Criminal e o Juizado do Torcedor e Grandes Eventos do Foro Central de Porto Alegre aceitarem a denúncia do Ministério Público contra o jogador nascido em Portugal.

Rafael Ramos x Edenilson

Recentemente, o Inter voltou a empatar em 2×2 com o Corinthians fora de casa, mas Edenilson foi reserva e só entrou no segundo tempo, enquanto Rafael Ramos saiu machucado no começo da etapa final.

VEJA MAIS NOTÍCIAS DO INTER:

Ajude o Rio Grande do Sul – Doe pelo PIX – CNPJ: 92.958.800/0001-38

Ajude o Rio Grande do Sul
Chave PIX - CNPJ: 92.958.800/0001-38 Instituição: Banrisul Nome: SOS Rio Grande do Sul

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas