Wanderson presta apoio a Daniel, vê placar injusto e reclama de entrada de Fagner: “Juiz deveria ver”

Atacante colorado concedeu entrevista logo depois da partida diante do Corinthians fora

Titular do Inter no empate em 2×2 fora de casa contra o Corinthians, pelo Brasileirão, neste domingo, o atacante Wanderson concedeu entrevista aos repórteres presentes pós-jogo e dividiu sua fala em três temas principais: uma análise vendo injustiça no placar final, apoio total ao goleiro Daniel e reclamação de uma entrada do lateral rival Fagner no primeiro tempo.

Veja também:
1 De 6.126

“Eu acho que a gente fez um grande jogo, era difícil aqui. O time vem jogando bem e isso é mérito do grupo. Viemos com a mentalidade de ganhar. A gente sabe da nossa qualidade. Com o jogo que fizemos, merecíamos os três pontos. Mas estamos felizes com o ponto, sabendo que poderia ter sido mais”, disse, antes de defender Daniel pela falha no gol de Yuri Alberto:

“A gente está apoiando ele. Todos falham, somos seres humanos. Sabemos que isso pode ocorrer. Corremos atrás do resultado. O Daniel vem fazendo grandes jogos e não vamos tirar os méritos dele. A gente está junto com ele”.

Em relação ao lance com Fagner, Wanderson admitiu que “machucou bastante” e lamentou que o árbitro Bráulio da Silva Machado nada tenha feito a não ser confirmar escanteio:

“Foi um lance que pegou, machucou bastante, minha perna ficou inchada. O juiz tem que ver. Não tomou nenhuma decisão, infelizmente. Mas não tem preocupação de lesão não”, finalizou o camisa 11 colorado.

Wanderson é presença assegurada no time do Inter, que é o 4° do Brasileirão com 43 pontos, para pegar o Cuiabá, sábado, 16h30, no Beira-Rio. Carlos De Pena, porém, será desfalque por suspensão.

VEJA MAIS NOTÍCIAS:

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas