É possível? O que já se sabe sobre a situação de Oscar, que foi citado neste sábado por Coudet

Meia está desde 2017 no futebol da China e pode ter mudança na carreira em breve

Publicidade

O técnico Eduardo Coudet surpreendeu a imprensa e a torcida do Inter ao citar, por sua própria vontade, o nome de Oscar como desejo futuro para o clube. Após fazer 10 contratações, o clube se sente bem abastecido nesta primeira parte da temporada, mas já olha para a janela do meio do ano e vê o jogador de 32 anos, que desde 2017 está na China, como um potencial reforço.

Oscar, que defendeu o Inter entre 2010 e 2012, tem contrato até novembro deste ano com o Shanghai Port. Por lá, como se sabe, as cifras são milionárias. Mas o jogador já tomou a decisão de não continuar no futebol chinês depois deste período e irá buscar outro desafio para a continuidade da carreira.

“Recebo um carinho enorme. Foram dois anos incríveis, cheguei um pouco antes das quartas de final da Libertadores em que fomos campeões, fui campeão gaúcho duas vezes, campeão da Recopa… Fui muito feliz desde que cheguei com uma geração que ganhou tudo no Inter. Tenho relação ainda com o presidente, mando mensagens, e tenho um carinho enorme pela torcida”, disse o jogador, ao site Globoesporte.com, em entrevista de dezembro do ano passado.

Criado no São Paulo, Oscar foi vendido pelo Inter ao Chelsea, da Inglaterra, no meio da temporada de 2012. Em 2014, ele foi titular do Brasil na Copa do Mundo. Por curiosidade, foi dele o gol na fatídica derrota de 7×1 para a Alemanha na semi.

Coudet pelo Inter
Coudet quer Oscar no Inter – Foto: Ricardo Duarte/Inter

O que disse Coudet sobre Oscar?

Motivado com a montagem do elenco deste ano, Coudet falou as seguintes palavras sobre Oscar depois da vitória de 3×0 diante do São Luiz nas quartas do Gauchão:

“O único jogador que vamos buscar para frente é Oscar. Não estou tão errado a quem queremos buscar. Já estou incomodando e já falei com seu empresário que quero Oscar. O empresário é o mesmo do Thiago Maia, não me aguenta mais. Me pedem que não fale, mas às vezes falo demais”, comentou o treinador.

LEIA MAIS:

Ajude o Rio Grande do Sul – Doe pelo PIX – CNPJ: 92.958.800/0001-38

Ajude o Rio Grande do Sul
Chave PIX - CNPJ: 92.958.800/0001-38 Instituição: Banrisul Nome: SOS Rio Grande do Sul