Saiba quanto o Inter gastou para garantir as contratações dos atacantes Borré e Lucas Alario

Direção colorada decidiu investir pesado no mercado para melhorar o elenco

Publicidade

Focado em dar mais qualidade ao plantel, especialmente no setor de ataque, o Inter abriu a mão para garantir as contratações de Rafael Borré e Lucas Alario, que, curiosamente, são amigos pessoais e jogaram juntos pelo Frankfurt, da Alemanha. No total, pela compra dos dois atacantes, a direção colorada desembolsou cerca de R$ 36 milhões.

Borré, que pertencia ao Frankfurt e segue emprestado ao Werder Bremen até o meio do ano, chega ao Inter pelo valor de 6,2 milhões de euros (R$ 33,3 milhões) por 80% dos direitos e mais um bônus de até 15% do valor da transferência por metas no contrato, que vai até o fim de 2028. O pagamento será parcelado e o primeiro depósito, de 2 milhões de euros (R$ 10,7 milhões), será feito em breve.

Por Alario, também de forma parcelada, o Inter gastará 500 mil euros (R$2,5 milhões) e já poderá escalar o jogador no domingo, 16h, em casa, diante do Avenida, na estreia do Gauchão. Borré, como se sabe, ainda não conseguiu a liberação antecipada junto ao Werder Bremen, que segue fazendo jogo duro. O colorado colocou como “data-limite” para a chegada do colombiano o dia 10 de julho.

Presidente do Inter havia prometido investir em contratações

Logo após ser reeleito no cargo, o presidente Alessandro Barcellos projetou, em entrevista na TV Bandeirantes, um investimento entre 8 e 9 milhões de euros em contratações para 2024:

“A nossa possibilidade de investimento, agora, é muito maior. E eu falei isso durante a campanha. Nós vamos investir de 8 a 9 milhões de euros em jogadores. Nós vamos trabalhar com isso. Guardem esse número e me cobrem. Vamos gastar comprando atletas. Isso está no orçamento e será aprovado e votado na semana que vem no Conselho. É aumento na folha e no investimento”, assegurou Barcellos.

“É óbvio que você tem que olhar para o elenco, para o planejamento, para buscar mais do que um jogador. É pegar esse valor e ter eficiência. Um jogador de 15 milhões de euros já estouraria até a mais do planejamento. Não vamos achar que vamos trazer Cristiano Ronaldo e Messi. Mas dá para trazer jogadores importantes”, ampliou, na ocasião.

Entre no canal do WhatsApp do Zona Mista e receba notícias do Inter em tempo real. (Clique Aqui)