Repórter coloca que grupo de “colorados influentes” tenta convencer direção do Inter a trocar Ramírez por Lisca

Informação do jornalista José Alberto Andrade, da Rádio Gaúcha, movimentou a tarde colorada

Uma informação trazida pelo jornalista José Alberto Andrade, da Rádio Gaúcha, serviu para agitar ainda mais a torcida colorada nesta segunda-feira – dia seguinte à pesada goleada de 5×1 para o Fortaleza, fora, pelo Brasileirão. Segundo ele, já há um movimento de “colorados influentes”, envolvendo até conselheiros, desejando a troca de Miguel Ángel Ramírez por Lisca no comando técnico.

LEIA MAIS – Parte do elenco do Inter já não tem mais confiança no modelo de jogo e no dia a dia de Ramírez, diz jornalista

A rejeição da torcida em relação ao trabalho do espanhol cresceu substancialmente após os últimos resultados, mas a direção colorada, na pessoa do vice de futebol João Patrício Herrmann, veio a público neste domingo bancar a continuidade do projeto.

Lisca, como lembrou Andrade em texto no site GZH, ainda tem a seu favor a afinidade com o executivo de futebol Paulo Bracks, que chegou ao Inter em janeiro exatamente após trabalhar com o treinador gaúcho no América-MG.

“A novidade é que, com a intensa pressão sofrida para a saída de Ramírez, o nome de Lisca passou a ser citado em grupos de colorados mais influentes. O próprio presidente Alessandro Barcellos e seus pares de diretoria já foram aconselhados a trocar o comando do time, tendo no técnico do América-MG uma sugestão. No clube mineiro, ele trabalhou com o executivo de futebol do Inter, Paulo Bracks. Através de comunidades em plataformas digitais, Lisca é o treinador mais citado, incluindo aí verdadeira campanha envolvendo inclusive conselheiros”, relatou o jornalista.

Após subir o América-MG de divisão na última temporada e ir até à semi da Copa do Brasil, passando antes pelo próprio Inter nos pênaltis, Lisca renovou o contrato até dezembro de 2021. Velho conhecido dos gaúchos, ele trabalhou por muitos anos na base colorada e dirigiu o profissional nos três jogos finais do fatídico rebaixamento de 2016.

Pressionado, Ramírez segue no cargo na reapresentação do elenco na tarde desta segunda e também para a partida de quinta, 21h30, no Beira-Rio, contra o Vitória, pela volta da terceira fase da Copa do Brasil.

  • Clique aqui para entrar em um grupo de WhatsApp e acompanhar as notícias do seu time.