Renato estabelece prioridade para o Gre-Nal de domingo e pode surpreender na escalação

Técnico Renato Portaluppi tenta levar a melhor sobre o oponente Eduardo Coudet

Publicidade

Com a semana livre e toda ela dedicada aos treinamentos, o técnico Renato Portaluppi está tendo o tempo que queria para treinar a equipe, escolher os melhores jogadores e pensar na estratégia ideal para o Gre-Nal 441, no Beira-Rio, domingo, a partir das 18h. O clássico vale a liderança da primeira fase do Gauchão e será apenas o primeiro da temporada de 2024 – pelo menos mais dois, no Brasileirão, irão necessariamente acontecer.

Para Renato, a prioridade do seu trabalho para o clássico é proteger o sistema defensivo e montar um time mais equilibrado para enfrentar o Inter. O técnico tem preocupação com a sua defesa, que levou dois gols na goleada de 6×2 sobre o Santa Cruz e já vazou seis vezes no Gauchão, contra quatro da defesa colorada.

Dentro deste contexto, a comissão técnica gremista prepara uma mudança inclusive de esquema no time. Ela nasce com a entrada de Du Queiroz na vaga de Franco Cristaldo, o que fará a equipe atuar com três volantes e ter um meio de campo mais “encorpado”. No momento, é provável uma montagem de meio com Du – que ainda não jogou como titular desde a chegada a Porto Alegre – além dos já habituais titulares Villasanti e também Pepê.

Renato não descartou Du Queiroz e Pavón desde o início

Depois da goleada sobre o Santa Cruz no último sábado, Renato não descartou a possibilidade de entrar com o volante Du Queiroz e o atacante Cristian Pavón desde o início do clássico no Beira-Rio. Ambos fizeram a estreia no segundo tempo do recente jogo na Arena e ajudaram a mudar a história da partida. O argentino, por exemplo, marcou um gol e deu duas assistências.

“Eu tenho um grupo. Jamais falarei o meu time pro próximo jogo, independente de ser Gre-Nal. Segunda-feira faremos a revisão médica. O importante é que são dois jogadores de qualidade. Durante a semana vamos treinar, fazer trabalhos táticos e coletivos. A partir daí, definirei a equipe do clássico”, disse Renato, na ocasião, antes de ampliar:

“Os dois entraram muito bem e mudaram o panorama da partida. Indiscutivelmente, eles acrescentam uma qualidade a mais para o time. E, por conta disso, a equipe irá melhorar. Ambos vinham jogando, treinando e estão praticamente no mesmo nível dos demais”.

Renato estabelece prioridade para o Gre-Nal de domingo e pode surpreender na escalação
Cristaldo pode perder vaga de titular no Grêmio – Foto: Roberto Vinicius/AGAFOTO/Zona Mista

Mais dúvidas no ataque

No setor ofensivo, Renato mantém um certo mistério no ar em relação ao comandante do ataque, que pode ser novamente João Pedro Galvão ou até mesmo Diego Costa, que ainda não fez a estreia, mas vem treinando normalmente com os demais colegas na semana. Em uma das pontas, Pavón deve iniciar. E, na outra, os jovens Gustavo Nunes e Nathan Fernandes – já recuperado de lesão no tornozelo – brigam pela vaga.

“Todo jogador se prepara para esse nível de jogo. Estou muito bem. Fiz pré-temporada e a verdade que fisicamente estou muito bem. Esperar o final de semana para saber se vou jogar. Os dois são grandes (Gre-Nal e Boca x River). Agora estou aqui e sei como são os clássicos. A verdade é que se eu jogar, vou dar meu melhor para fazer o Grêmio ganhar”, comentou Pavón, no meio de semana, na sua coletiva de apresentação.

Dentro desta perspectiva, uma possível escalação do Grêmio para o primeiro Gre-Nal do ano pode ter: Marchesín; João Pedro, Pedro Geromel, Kannemann e Reinaldo; Villasanti, Pepê e Du Queiroz; Pavón, João Pedro Galvão (Diego Costa) e Gustavo Nunes (Nathan Fernandes).

LEIA MAIS DO GRÊMIO:

Ajude o Rio Grande do Sul – Doe pelo PIX – CNPJ: 92.958.800/0001-38

Ajude o Rio Grande do Sul
Chave PIX - CNPJ: 92.958.800/0001-38 Instituição: Banrisul Nome: SOS Rio Grande do Sul

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas