Presidente do Grêmio se surpreende com perda de três mandos e promete recorrer: “Esperamos sensibilidade”

Romildo Bolzan Jr se manifestou após a punição anunciada pelo STJD nesta terça-feira

Publicidade

Surpreso com a decisão do STJD em punir o Grêmio com três mandos de campo, algo que fará o jogo contra o Sport ser o último na Arena em 2022, o presidente gremista Romildo Bolzan Jr se manifestou à imprensa prometendo recorrer da decisão. O clube conta com a “sensibilidade” do tribunal e lembra que conseguiu identificar os envolvidos na briga durante o empate em 2×2 com o Cruzeiro, em agosto.

“Não era previsível. O Grêmio criou a condição de identificar 19 pessoas que estiveram no ocorrido, mas não foi feito como é com todo mundo. Vamos recorrer ao processo, temos que ter cautela pois existem muitos interesses envolvidos. Vamos buscar o efeito suspensivo, pois são muitos interesses em jogo. Vamos fazer tudo com muito cuidado, mesmo não concordando nem um pouco com a decisão”, disse Bolzan, na chegada à Arena para pegar o Sport, antes de ampliar:

“Esperamos que haja uma sensibilidade do STJD, já que conseguimos identificar os envolvidos na briga do jogo contra o Cruzeiro, então vamos buscar as medidas cabíveis. Em relação ao STJD, quero observar todos os aspectos do julgamento, e vou ter o cuidado de examinar todas as circunstâncias que levaram à decisão”.

Entenda a punição ao Grêmio

  • Membros de torcidas organizadas brigaram durante o jogo contra o Cruzeiro na Arena
  • STJD anunciou punição nesta terça de 100 mil reais ao Grêmio e perda de três mandos de campo
  • Assim, os duelos contra CSA, Bahia e Brusque terão que ir para localidade distante de 100km de Porto Alegre
  • O presidente gremista Romildo Bolzan Jr promete recorrer da decisão

Veja mais notícias:

Ajude o Rio Grande do Sul – Doe pelo PIX – CNPJ: 92.958.800/0001-38

Ajude o Rio Grande do Sul
Chave PIX - CNPJ: 92.958.800/0001-38 Instituição: Banrisul Nome: SOS Rio Grande do Sul