Presidente do Inter se manifesta sobre atrito de Enner Valencia com Magrão e cita pedido de desculpas

Cena acabou marcando o final do empate do Inter com o Corinthians no Beira-Rio

Publicidade

Ao jornalista Jeremias Wernek, da RBSTV, o presidente do Inter, Alessandro Barcellos, se manifestou pela primeira vez sobre o atrito entre o centroavante Enner Valencia e o Gerente Esportivo do clube, Magrão, que acabou sendo empurrado na altura do peito. Antes, o equatoriano discutiu com Luiz Adriano por um lance de posicionamento na área no empate em 2×2 com o Corinthians, no Beira-Rio, pelo Brasileirão.

Barcellos já trata o caso como página virada e diz ter conversado separadamente com cada um dos três envolvidos no episódio do último sábado. E deixou claro que Enner Valencia pediu desculpas para Magrão, reconhecendo o seu erro:

Veja também:
1 De 6.010

“O episódio foi por algo do jogo. Conversei com os três separadamente e posso dizer que o tema foi resolvido. O Enner Valencia pediu desculpas ao Magrão, inclusive”, afirmou Barcellos.

Enner Valencia e Luiz Adriano treinaram normalmente neste domingo, como mostramos anteriormente nesta reportagem aqui. O Inter, no momento, não vislumbra nenhuma punição mais enfática sobre o caso e deve relacionar normalmente os dois centroavantes para terça-feira, 21h, contra o River Plate, no Beira-Rio, pela volta das oitavas de final da Libertadores.

Jogadores do Inter falaram sobre a confusão:

Gabriel: “Conversamos, está tudo certo. Primeiramente, dentro de campo todos ficam de cabeça quente. Até pela maneira que acabou o jogo, um jogo que nos tirou muita coisa, mas está tudo certo. Botamos a cabeça no lugar. Para você tomar decisão ou falar alguma coisa, tem que estar com a cabeça fria. Está tudo certo, tudo tranquilo, viramos a chave do Brasileirão para a Libertadores na terça-feira

Mauricio: “Eu não vi no campo, só vi um tumulto depois e as pessoas comentando. Mas a gente resolve internamente, somos unidos. Tem vezes que cobramos um companheiro, não conseguimos falar ‘fecha aqui, por favor’, a gente fala de forma mais ríspida. Mas controlamos bem no vestiário. Se eu falar alguma coisa eu vou estar mentindo, não sei o que gerou isso, mas deixamos tudo isso para trás. Eles conversaram depois do jogo sim, mas eu não estava junto. O Enner conversou com o Luiz e estavam tranquilos

Bruno Henrique: “No futebol é muito normal que ocorram discussões mais quentes. A discussão aconteceu entre o Enner e o Luiz, mas já se resolveu. No vestiário mesmo eles se acertaram. Discussões assim acontecem durante todo o jogo, às vezes a câmera pega

Leia mais notícias do Inter:

Canal WhatsApp - Zona Mista Inter

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas