Impasse no novo contrato pode fazer centroavante do Grêmio ficar de fora da estreia do Gauchão

Tricolor prepara os últimos detalhes para dar a largada na temporada de 2024

Publicidade

Perto de fazer a estreia no Gauchão de 2024 neste sábado, contra o Caxias, às 16h30, fora de casa, o Grêmio pode não ter o jovem centroavante André Henrique à disposição. Apesar de ter sido comprado pelo clube no final da última temporada, ele ainda não assinou o novo contrato com a direção por um desacerto no salário. As partes se reuniram nos últimos dias visando um acordo.

Para que André possa estar disponível na delegação que vai para Caxias do Sul, o Grêmio precisa registrar o novo contrato no sistema de registros da CBF até o fim da tarde desta sexta-feira, 19. No fim de 2023, ele foi comprado junto ao Hercílio Luz-SC por R$ 6,4 milhões por 40% dos seus direitos econômicos.

A situação vivida pelo centroavante do Grêmio é parecida com a do meia-atacante colombiano Jaminton Campaz. No final do último ano, ele foi adquirido pelo Rosario Central, mas até agora não acertou o contrato com o clube argentino e vive um impasse sobre o seu futuro, podendo inclusive ficar na Arena – saiba mais aqui.

André Henrique pelo Grêmio
André Henrique foi reserva de Suárez em 2023 – Foto: Divulgação/Lucas Uebel

Grêmio deve ter JP Galvão como centroavante titular

Independentemente da situação de André Henrique, o titular da “centroavância” do Grêmio neste começo de ano deverá ser João Pedro Galvão, que vem sendo testado como referência do ataque. Mais cedo, publicamos aqui a provável escalação gremista para o jogo de sábado contra o Caxias.

Entre no canal do WhatsApp do Zona Mista e receba notícias do Grêmio em tempo real. (Clique Aqui)