Pepê não quer ninguém sentindo “pena” do Grêmio e avalia escolha pelo Couto Pereira

Volante concedeu coletiva na segunda-feira para projetar a retomada dos jogos

Publicidade

O Grêmio abriu a semana de retomada dos jogos divulgando uma entrevista coletiva com o volante Pepê, que deverá ser titular do time na quarta-feira, 19h, contra o The Strongest, pela Libertadores, no Couto Pereira, em Curitiba-PR. Apesar da situação da enchente no Rio Grande do Sul, ele declarou que não quer que ninguém sinta “pena” e ainda elogiou a direção gremista pela logística escolhida:

Pepê não quer “pena” de ninguém

Veja também:
1 De 6.005

Já saímos prejudicados. Outros clubes estavam jogando. Agora é recuperar o mais rápido possível. Não quero que achem que somos vítimas ou que tenham pena da gente. A gente foi prejudicado. Quarta já tem jogo e vamos jogar no Couto Pereira. A parte física não está como a dos outros, mas isso pegamos em poucos dias para que já volte ao normal

Necessidade da vitória

Cada jogo é um jogo, não sabemos o que vamos enfrentar. Mas sabemos o que o professor quer da gente. O Grêmio sempre joga para frente, com muito respeito ao adversário, e não vamos abrir mão disso. Estamos no Brasil, necessitamos da vitória, temos dois jogos a menos que eles. Vamos pra cima com muita sabedoria. Não podemos abrir mão da identidade do Grêmio

Escolha pelo Couto Pereira

Nossa Arena já ganhou muitos jogos e não temos previsão para voltar. Nossa torcida vai ser importantíssima no Couto Pereira. Quem puder ir ajudar a gente, vai ser importante. A princípio, essa vai ser nossa casa

Trabalho da direção do Grêmio

A diretoria foi bem em relação à logística e colocar perto de Porto Alegre. Tem muitos gremistas aqui. Nunca fiquei em Curitiba, mas sei que é uma cidade boa. É saber lidar com tudo isso e feliz de estar nessa cidade que tem muitos gremistas. Certeza que eles vão nos ajudar muito

LEIA MAIS DO GRÊMIO:

Canal WhatsApp - Zona Mista Grêmio
Entre no canal e ative o sininho para receber as notificações

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas