Para Pedro Ernesto, Inter e Grêmio “não melhoraram” os seus times com as contratações feitas

Narrador da Rádio Gaúcha deu a sua opinião em post feito no portal GZH

Na avaliação do jornalista e narrador Pedro Ernesto Denardin, que comanda o Sala de Redação, da Rádio Gaúcha, nem Inter nem Grêmio “melhoraram” os seus times com os reforços trazidos até agora para 2024. Segundo ele, o colorado conseguiu pelo menos qualificar o seu banco de reservas com os novos jogadores, enquanto o tricolor nem isso fez em sua visão.

“Tanto Inter como Grêmio não melhoraram em nada os seus times titulares até agora. O Colorado, por sua vez, aprimorou o banco de reservas, em uma atitude oportuna, já que os jogadores serão convocados para Copa América, Eliminatórias para a Copa do Mundo, amistosos, além de lesão e suspensões, que desfalcam o clube durante a temporada”, escreveu Pedro Ernesto, antes de ampliar:

Veja também:
1 De 6.130

“O Inter está armando um banco para disputar as competições, mas ainda não fez grandes contratações para nível de titularidade. Se Borré vier mesmo, é outra história. Já o Grêmio, nem isso até o momento”.

Os jogadores que chegaram em Inter e Grêmio

Até este momento, o Inter já oficializou as contratações do goleiro Ivan, do zagueiro Robert Renan, do meia Hyoran e do centroavante Lucas Alario. O clube ainda negocia com o volante Thiago Maia, do Flamengo e com o atacante Rafael Borré, do Werder Bremen emprestado pelo Frankfurt – ambos da Alemanha.

Já o Grêmio se movimentou trazendo o goleiro argentino Agustín Marchesín, o volante Dodi e o meia-atacante Soteldo. O foco do clube agora é contratar um centroavante de mais “peso” para ser o substituto de Suárez nas competições de 2024.

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas