Bom de grupo? O depoimento de Filipe Luís sobre a convivência no vestiário com Diego Costa

Experiente centroavante é a principal aposta do Grêmio para o comando de ataque

Colegas nos tempos de Atlético de Madrid e Chelsea, Filipe Luís só tem referências boas a fazer sobre Diego Costa, que é o novo centroavante do Grêmio com chegada a Porto Alegre prevista para a semana que vem. O ex-lateral-esquerdo, que se aposentou recentemente com a camisa do Flamengo, falou o que pensa sobre Diego em uma entrevista recente ao Charla Podcast.

Ao contrário do que muitos pensam, Diego Costa, segundo Filipe, é um dos caras “mais de grupo” que ele já teve na carreira profissional no futebol:

Veja também:
1 De 6.125

“Ele não mente. O Diego Costa é um dos caras mais de grupo que conheço. Aliás, o grande defeito dele é não ser egoísta, só pensa no grupo. Se fosse egoísta, teria feito carreira muito melhor que fez. Estavam ele e David Villa no Atlético, ele ficava o tempo todo tentando fazer o Villa marcar um gol, em vez de ele mesmo fazer o gol. Fazia um, dois, conseguia achar uma bola para o Villa, que fazia o gol. Os dois se deram muito bem, encaixaram. Se fosse mais egoísta, teria muito mais gols. Mas sempre pensa em ajudar”, afirmou Filipe Luís.

Diego Costa chega para solucionar carência

Aos 35 anos, Diego Costa chega para solucionar a carência principal do elenco gremista, que buscava um novo centroavante desde a saída de Luis Suárez no fim do último Brasileirão. O novo contratado, que fechou vínculo de uma temporada, estava livre no mercado desde a saída do Botafogo. Ele poderá ser inscrito normalmente para jogar o Gauchão, cuja janela se encerra dia 16.

Acesse o canal do nosso WhatsApp e ative o sininho para receber notícias:

Canal WhatsApp - Zona Mista Grêmio
Entre no canal e ative o sininho para receber as notificações

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas