O cuidado especial que Suárez precisará ter nesta quinta-feira visando a sua despedida em casa pelo Grêmio

Em discurso nesta terça, Suárez indicou que está de saída do elenco do Grêmio

Publicidade

Em clima de despedida do Grêmio, Suárez tem mais três jogos por fazer pelo clube até o final do ano. Em tese, serão duas partidas na Arena, mas, para isso, ele não poderá levar um novo cartão amarelo nesta quinta-feira. Ele está pendurado e entra “ameaçado” no jogo diante do Goiás, às 19h, em Porto Alegre.

Se caso vier a levar um novo amarelo diante dos goianos, Suárez ficará suspenso e não poderá jogar no domingo, às 18h30, diante do Vasco, também em casa. O confronto contra os cariocas é encarado como a provável despedida do uruguaio em frente à torcida tricolor.

Depois da sequência desses dois jogos em casa, o Grêmio fecha 2023 enfrentando o Fluminense, quarta-feira, às 21h30, fora. O tricolor, que agora é o 5º com 59 pontos, vem de derrotas para Corinthians e Atlético-MG – Suárez levou cartão amarelo exatamente nesses dois jogos.

Discurso de Suárez

Nesta terça-feira, Suárez foi homenageado na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul e ganhou a medalha de Mérito Farroupilha. Em um emocionado discurso, adotou tom de despedida ao Grêmio e se mostrou grato pela temporada de 2023:

“A dor que sinto é de estar numa cidade em que deixo amigos, nossos filhos deixam grandes amizades, eu deixo um momento único que vivi, podendo fazer gols nos clássicos, mas fico com o carinho que me deu a torcida do Grêmio. E também a torcida do Internacional, porque há a rivalidade e mesmo assim saquei muitas fotos e tive o respeito. Acho que essa é a demonstração que queremos de um futebol sem violência”, citou.

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas