Suárez discursa após receber homenagem e cita “dor” por estar se despedindo do Grêmio

Centroavante uruguaio indicou que está mesmo de saída do Grêmio

Publicidade

Se existia alguma chance de Suárez seguir no Grêmio em 2024, a possibilidade ficou bem mais remota pelo discurso do jogador nesta terça-feira. Após receber a medalha de Mérito Farroupilha na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, o camisa 9 gremista adotou um claro tom de despedida e falou até em “dor” por deixar Porto Alegre e o clube:

“A dor que sinto é de estar numa cidade em que deixo amigos, nossos filhos deixam grandes amizades, eu deixo um momento único que vivi, podendo fazer gols nos clássicos, mas fico com o carinho que me deu a torcida do Grêmio. E também a torcida do Internacional, porque há a rivalidade e mesmo assim saquei muitas fotos e tive o respeito. Acho que essa é a demonstração que queremos de um futebol sem violência”, disse Suárez.

Estiveram presentes alguns familiares do jogador, como a sua esposa, além do presidente gremista Alberto Guerra. Recentemente, outro nome bem conhecido do esporte, o narrador Galvão Bueno, também recebeu esta mesma homenagem do parlamento gaúcho.

Suárez em campo na quinta

Mas ainda há trabalho para Suárez ao longo deste ano. Já na quinta-feira, ele estará em campo com o Grêmio diante do Goiás, na Arena, a partir das 19h. Como está pendurado, precisará redobrar os cuidados para também poder jogar no fim de semana, domingo, às 18h30, diante do Vasco, também em casa.

Vindo de derrotas consecutivas para Corinthians e Atlético-MG, o Grêmio é no momento o 5º colocado da tabela de classificação do Brasileirão com 59 pontos. Depois dos dois jogos em casa, encerra a campanha na outra quarta, 21h30, fora, diante do Fluminense.

Entre no canal do WhatsApp do Zona Mista e receba notícias do Grêmio em tempo real. (Clique Aqui)