fbpx

Novamente sem clube, Maicon diz querer voltar ao Grêmio para, pelo menos, se despedir da torcida em campo

Volante deixou recentemente o elenco do CRB e ainda não encerrou a carreira profissional

Novamente sem clube após deixar o elenco do CRB com menos de 10 jogos disputados no ano, o volante Maicon ainda sonha em fazer uma despedida “digna”, em campo, pelo Grêmio. Ele admitiu, ao podcast Fora do Jogo, no YouTube, que acabou não saindo da melhor forma possível do clube que ajudou, anos antes, a vencer a Copa do Brasil e a Libertadores.

“Olha o que aconteceu com o Marcelo. Ele ganhou tudo pelo Real Madrid e quer seguir jogando. Mas o Real entendeu que não deve renovar com ele. Imagina se ele sai brigado? Acho que poderiam fazer um último jogo meu na Arena, tenho certeza que o estádio lotaria. Seria uma festa legal, digna do tempo que eu passei no clube, que eu briguei pelo clube e me empenhei em campo errando e acertando”, disse, antes de acrescentar:

“Eu tive uma despedida de imprensa que eu não queria fazer. Mas eu fiz pra não deixar que A ou B apagassem minha história no Grêmio. E não sair sem dar uma palavra de obrigado ao torcedor, funcionários. Essas coisas os clubes deveriam repensar e fazer agora como o Fluminense deu o exemplo com o Fred”.

Maicon diz que, nos seus sonhos, havia a ideia de um amistoso entre Madureira, seu primeiro clube, e Grêmio em uma Arena lotada:

“Eu sempre me preocupei em sair do Grêmio da melhor maneira possível. Pensava em um amistoso Madureira contra o Grêmio para eu jogar um tempo em cada time. Era meu sonho, mas nem sempre as coisas são assim. Eu ainda tenho essa esperança. Mais para frente. Deixar o Grêmio se organizar de novo e tentar”, encerrou.

CLIQUE NAS MANCHETES ABAIXO PARA LER MAIS NOTÍCIAS SOBRE O GRÊMIO:

Gostou do site? Então deixe sua curtida:

Publicidade

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas