fbpx

“Não vai mais entrar no Beira-Rio”: Léo Ortiz relembra período no Inter e cita conversa franca com técnico da época

Atual zagueiro do Bragantino vem tendo inclusive convocações para a Seleção Brasileira

Formado nas categorias de base do Inter, Léo Ortiz não demonstra mágoa ou desapontamento pela saída do clube após apenas um ano de profissional. O atual zagueiro do Bragantino, onde é capitão, chegou a ser titular da temporada de 2017 no Beira-Rio e perdeu espaço ainda no começo da Série B com algumas falhas, críticas e vaias da torcida.

Na época, o treinador era Guto Ferreira, que chamou Léo Ortiz em um canto em dado momento para explicar a sua saída do time:

“O Guto foi muito sincero e gente boa comigo. Quando ele chegou, eu era titular ainda. Havia críticas sobre mim e ele me chamou. Me disse que iria me botar no banco. Ele me disse: ‘O mundo está caindo em cima de ti e daqui a pouco não vai ter como tu nem entrar no Beira-Rio’. Ele queria esfriar um pouco aquilo e deixar as pessoas esquecerem”, disse Léo em recente entrevista ao jornalista Duda Garbi.

“Ninguém gosta de sair do time, mas ele foi sincero comigo. E foi algo que me deu tempo para treinar, evoluir. No fim das contas, o jogo do acesso contra o Oeste eu fui titular. Fico feliz por ter parte dessa história e dessa volta à Série A”, ampliou.

Léo, que é filho do ex-jogador de futsal Ortiz, saiu dos planos do Inter na temporada de 2018 e foi cedido ao Sport. Depois, reencontrou Antônio Carlos Zago no Bragantino e foi ali que reencontrou o bom futebol, convencendo o clube do interior paulista a comprá-lo em definitivo em 2020. Recentemente, ampliou o contrato até a temporada de 2026.

CLIQUE NAS MANCHETES ABAIXO PARA LER MAIS NOTÍCIAS SOBRE O INTER:

Gostou do site? Então deixe sua curtida:

Publicidade

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas