Após reunião com dirigentes, líderes da torcida do Inter devem se encontrar com jogadores

Colorado vive um momento de pressão na temporada e tenta dar a volta por cima no Brasileirão

Publicidade

Uma cena marcou e até chamou a atenção no pós-jogo de Inter 0x0 Real Tomayapo, quarta-feira, pela Sul-Americana. Na sala de coletivas do Beira-Rio, pouco depois das entrevistas do técnico Eduardo Coudet e do zagueiro Gabriel Mercado, dirigentes do clube como Felipe Becker e Magrão receberam líderes de torcida para uma conversa sobre o momento da equipe.

Durante e depois do empate com os bolivianos, que causou surpresa tendo em vista a expectativa de vitória, torcedores vaiaram e protestaram contra o time. Em seguida, no pátio do Beira-Rio, ocorreram gritos de ordem contra os jogadores e até rojões foram ouvidos.

De acordo com informações do portal GZH, as lideranças da torcida ainda vão ter o mesmo tipo de conversa com representantes do elenco colorado. Este encontro não teve definição de data, mas deverá acontecer a portas fechadas, de forma discreta.

Internamente, a análise do Inter é de que não há problema de relacionamento no grupo e que os jogadores seguem “fechados” com Coudet. Por conta disso, a direção do clube não trabalha neste momento com a ideia de ruptura de trabalho da comissão técnica.

Inter tenta aliviar a pressão

É neste contexto que o Inter tenta dar fim à sequência de quatro jogos consecutivos sem vencer. A nova chance de fazer as pazes com os resultados positivos é neste sábado, a partir das 18h30, diante do Bahia, em casa, pela estreia no Brasileirão.

Ajude o Rio Grande do Sul – Doe pelo PIX – CNPJ: 92.958.800/0001-38

Ajude o Rio Grande do Sul
Chave PIX - CNPJ: 92.958.800/0001-38 Instituição: Banrisul Nome: SOS Rio Grande do Sul

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas