Jogadores do Grêmio saem do Gre-Nal sem dar entrevista; Alan Patrick cita “trabalho intensivo” para jogar

Nenhum jogador gremista falou depois da derrota de 1x0 no Couto Pereira

Com um gol contra de Gustavo Martins no segundo tempo, o Grêmio perdeu por 1×0 o Gre-Nal 442 deste sábado, no Couto Pereira, ampliando o seu drama no Brasileirão. Com 6 pontos, o clube segue no 19° lugar, mas pode terminar a rodada até mesmo na lanterna. Frustrados, os jogadores gremistas saíram de campo sem conceder entrevista à televisão.

Normalmente, um jogador de cada time concede entrevista à reportagem do Premiere e do SporTV, que são as emissoras que detêm os direitos de transmissão. Mas, do lado do Grêmio, nenhum jogador parou e todos foram para o vestiário. Do lado colorado, quem falou foi Alan Patrick, que era dúvida para o Gre-Nal por dores musculares:

Veja também:
1 De 6.113

“Primeiro, feliz pela vitória. Ressaltar a partida e o empenho de todos. Sabíamos que seria difícil como todo Gre-Nal é. É um jogo diferente. Particularmente, não sabia se eu iria conseguir recuperar a tempo. Fiz um trabalho intensivo. Recuperei e ajudei meus colegas. Fiquei muito feliz. É apenas um jogo do Brasileirão, mas o Brasil todo sabe o quanto é diferente um Gre-Nal. Temos um caminho longo pela frente. A cada três dias, a gente tem que estar em campo novamente. Desfrutar desse momento, descansar e seguir em busca dos objetivos”, disse, complementado pelo lateral-esquerdo Renê:

“O que foi conversado é que jogos como esses nos colocam na briga pelo título. Demonstrar nossa força em um clássico fora de casa. Isso nos bota em patamar acima. Agora é manter essa pegada. Para ser campeão, temos que manter uma regularidade”.

O que vem pela frente para Grêmio e Inter

Tentando sair da zona em que se encontra, o Grêmio volta a jogar na quarta-feira, às 20h, diante do Atlético-GO, fora de casa. No mesmo dia, o Inter, que tem 17 pontos momentaneamente no 6° lugar, atuará contra o Atlético-MG, às 21h30, no Estádio Heriberto Hülse, em Criciúma-SC.

LEIA MAIS:

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas