Grêmio diz que manterá coletivas de Renato, mas “orienta” repórteres: “Espaço para a análise do jogo”

Tricolor emitiu um comunicado oficial neste domingo via assessoria de imprensa

Publicidade

Durante a manhã deste domingo, dia do jogo fora de casa contra o Brasil de Pelotas pelo Gauchão, o Grêmio, via assessoria de imprensa, soltou um comunicado envolvendo as coletivas do técnico Renato Portaluppi após os jogos. O clube afirma que as entrevistas serão mantidas, mas lembrou aos repórteres que o “espaço é destinado à análise do jogo”.

Causou incômodo na direção, especialmente no vice de futebol Antônio Brum, o tipo de pergunta feita para Renato depois da estreia na temporada contra o Caxias, fora de casa, em derrota de virada de 2×1. Na ocasião, os questionamentos, quase que todos eles, foram sobre mercado da bola, reforços e necessidade de contratar mais jogadores.

Na mesma nota oficial deste domingo, Grêmio informa que, quando “julgar relevante prestar esclarecimentos à torcida”, irá disponibilizar algum dirigente para também falar depois dos jogos.

A nota oficial do Grêmio neste domingo

Acreditando que o espaço pós-jogo deve ser destinado à análise do jogo, o Grêmio informa que, após suas partidas, manterá a rotina de organizar a entrevista coletiva do técnico Renato Portaluppi e, em estádios que comportem o modelo, disponibilizar a passagem de atletas para zona mista.

Em momentos extraordinários que o clube julgar relevante prestar esclarecimentos à sua torcida e se posicionar institucionalmente, o Conselho de Administração ou Departamento de Futebol estarão à disposição para atendimento pós-jogo.

Periodicamente, o Departamento de Futebol também pode atender à imprensa em entrevista coletiva no CT Luiz Carvalho, a fim de tratar de temas não relacionados às questões de campo.

Leia mais notícias:

Entre no canal do WhatsApp do Zona Mista e receba notícias do Grêmio em tempo real. (Clique Aqui)