fbpx

Gordinho? Ao falar de reforços, Roger Machado faz brincadeira com o presidente Romildo Bolzan em coletiva; assista

Treinador gremista não ficou insatisfeito com o que viu do 0x0 diante do Bahia fora

O empate em 0x0 diante do Bahia fora de casa neste domingo, em mais uma rodada da Série B, fez o técnico gremista Roger Machado dar coletiva em clima leve. Lá pelas tantas, ao ser perguntado sobre eventuais novos reforços ao time, o comandante até se permitiu fazer uma brincadeira com o presidente Romildo Bolzan Jr, a quem chamou de “gordinho” entre alguns sorrisos.

Roger confirmou que gostaria de ganhar mais acréscimos, em especial um camisa 10. E brincou dizendo que, se necessário for, montará uma comitiva com outros dirigentes para bater na sala de Bolzan:

“A gente sabe que a janela vai abrir, terá um período e depois vai fechar. Se a gente prospectar alguma coisa, a gente chama o Denis, o Diego e monta uma comitiva e tenta convencer o gordinho (risos)”, disse – veja abaixo:

De reforços confirmados, o Grêmio já tem as voltas de Lucas Leiva, Thaciano e Guilherme, que só poderão jogar a partir do dia 18, que é quando reabre a janela nacional de transferências. Em 4° lugar na Série B com 26 pontos, o time volta a jogar sexta, 21h30, contra o Náutico, na Arena. Confira mais falas de Roger em sua coletiva em Salvador:

Atuação contra o Bahia

“Foi um primeiro tempo muito bom com maior controle tecnicamente, criando volume, mas de poucas oportunidades. Precisamos valorizar a atuação com o resultado, contra um adversário que é forte jogando na sua casa, motivado pela troca do comando e posição acima da gente”

Preocupação

“Jogamos com um adversário que conseguiu bloquear as nossas ações. Mas ficar excessivamente preocupado porque no jogo de hoje, fora de casa, com um grande adversário, que está disputando as mesmas questões que a gente, não me preocupa até este momento”

Saída de Fernando Henrique

“Fernando é um jogador que quando eu cheguei havia muita gente na posição. Optei por nomes que podiam adicionar melhor. O empréstimo é pra ganhar rodagem. Jogador evolui jogando. Se não está tendo espaço nesse primeiro momento, o treino é bom, mas jogar é mais. O Sarará cresceu antes. Para mim é um processo natural”

Thiago Santos

“Fora de casa, eu tenho tranquilidade de botar o Thiago Santos, porque não tem o aspecto do jogo em casa, da resistência que tem contra o atleta e ele fez uma partida impecável”

Clique nas manchetes abaixo para ler mais notícias sobre o Grêmio:

Gostou do site? Então deixe sua curtida:

Publicidade

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas