fbpx

Flamengo avança para comprar Everton Cebolinha, mas negociação pode prejudicar o Grêmio; entenda o caso

Atacante de 26 anos está perto de voltar ao Brasil dois anos depois de deixar o Grêmio

Exatamente dois anos depois de ser vendido pelo Grêmio ao Benfica, de Portugal, por cerca de 20 milhões de euros, o atacante Everton Cebolinha, 26 anos, encaminha o retorno ao futebol brasileiro. Dessa vez, quem está disposto a abrir os cofres – e muito – é o Flamengo, que já tem acerto alinhavado com os portugueses e deverá pagar 14 milhões de euros (R$ 74 milhões) para ter 100% dos direitos do ex-gremista.

Em relação aos interesses do Grêmio, há um fator que acaba sendo prejudicial na transação ao clube carioca. Em 2020, no contrato de venda ao Benfica, o tricolor gaúcho deixou uma cláusula que teria direito a 20% do lucro do em eventual nova transferência. Mas, como agora o valor é menor do que em 2020, o time português não está lucrando.

Neste sentido, o Grêmio teria bom lucro caso o jogador “estourasse” na Europa e despertasse a cobiça de gigantes da Europa que topassem pagar bem acima dos 20 milhões de euros pagos pelo Benfica em 2020. Ainda assim, o tricolor lucrará pelo mecanismo de solidariedade da Fifa, ficando com 3,5% da quantia, ou seja, 490 mil euros (aproximadamente R$ 2,6 milhões).

Revelado nas divisões de base do Fortaleza, Everton chegou ao Grêmio em 2013, quando tinha 17 anos, passando a ser peça ativa do elenco principal em 2015. O seu grande momento começou a partir de 2018 e foi recompensado com convocações de Tite à Seleção Brasileira, se destacando no título da Copa América de 2019. Mas, como não deu a esperada continuidade, Cebolinha foi perdendo espaço na briga por vaga na próxima Copa do Mundo.

Clique nas manchetes abaixo para ler mais notícias sobre o Grêmio:

Gostou do site? Então deixe sua curtida:

Publicidade

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas