Felipe Melo cita o Grêmio e explica confusão após a derrota do Fluminense para o Manchester City

Experiente defensor foi titular do time de Fernando Diniz na derrota na final

Publicidade

O zagueiro e volante do Fluminense, Felipe Melo, se envolveu em mais uma confusão no final da derrota de 4×0 para o Manchester City, nesta sexta-feira, pela final do Mundial de Clubes. Após o jogo, ele justificou dizendo que Grealish, do time da Inglaterra, estava gritando “olé” e que foi para cima do volante Martinelli fazer mais das suas provocações.

Felipe Melo ainda citou a confusão recente na derrota para o Grêmio, no Maracanã, pelo Brasileirão, em que foi cobrar Everton Galdino pela comemoração e ainda pegou Suárez pelo pescoço – reveja aqui.

“Desculpem as palavras fortes, mas já estou vendo um monte de idiota falar um monte de besteira. Como foi contra o Grêmio, quando disseram que eu comecei a confusão. E eu não comecei nenhuma confusão. Eu simplesmente fui defender o meu jogador, o Martinelli. Aquele Grealish é um desrespeitoso. Joga numa Seleção, é um grande jogador, mas é um desrespeitoso e começou a gritar olé no final. E, claro, nossos jogadores ficaram todos irritados”, disse Felipe Melo após o jogo.

“Quando acabou o jogo, o Grealish escolheu um atleta menor e foi em cima do Martinelli. E quando ele viu o Felipe Melo chegando ele começou a se fazer de vítima. Nós fizemos grandes jogos. Fizemos 10 na Sul-Americana do ano passado, fizemos 4 no nosso rival, fizemos 5 no River Plate e sempre respeitamos. Agora, se é uma má influência eu ir defender o meu companheiro e minha instituição, eu farei isso para sempre. Ninguém vai cantar de galo para cima dos meus atletas. Foi isso que aconteceu”, acrescentou.

Veja a entrevista de Felipe Melo:

Entre no canal do WhatsApp do Zona Mista e receba notícias do Grêmio em tempo real. (Clique Aqui)