Ex-zagueiro do Grêmio diz ter tentado levar Balbuena para a Arena e rasga elogios a Villasanti: “Excelente”

Paraguaio Catalino Rivarola foi campeão da Libertadores de 1995 pelo clube

Publicidade

Ex-jogador de muito sucesso no Grêmio, especialmente na década de 90 com títulos de Copa do Brasil, Libertadores e Brasileirão, o antigo zagueiro paraguaio Catalino Rivarola concedeu recente entrevista à Rádio Guaíba e falou da sua atual função no futebol, atuando ao lado de seu filho como agente de jogadores. Neste sentido, revelou ter tentado há alguns anos levar o defensor Balbuena, ex-Corinthians, para o tricolor gaúcho:

“Ofereci o Balbuena ao Grêmio quando era mais jovem, quando estava começando. A gente já via que ele ia longe, uma pena que não deu. Na época, era nosso jogador”, relembrou Rivarola, que disse ter oferecido também um outro atleta, sem citar nome:

“Trabalhando no meio do futebol com meu filho, oferecemos jogadores para o clube. Foi um jogador argentino, mas não saiu. Grêmio queria um outro tipo de jogador, a gente sabe que para o Grêmio precisa ser um jogador diferente”.

Ex-zagueiro do Grêmio elogia Villasanti

No momento, Rivarola se mostra muito feliz pelo trabalho que o seu compatriota Villasanti – de contrato renovado até 2027 – vem fazendo:

“Villasanti é um dos jogadores mais importantes para o Grêmio e para nossa seleção. A gente fica feliz de ver um paraguaio crescendo num clube brasileiro. Está fazendo um trabalho excelente no time”, finalizou o antigo defensor.

LEIA MAIS:

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas